• BESTA CÉLERE DE VOLTA ÀS ORIGENS (*)

     


    Foi pro lixo

    por capricho
    e por mais nada
    a última edição
    bem conservada
    da dispersa legião.

    (GM)  

     

    Nota do SDV ( * ): Poemas do Céu da Boca na Boca da Noite Suja (‘Edições Raça’ / 1982) é um livrinho mequetrefe, desses do tipo geração alternativa, porém com capa ‘offset’ (para enganar os incautos), ilustrada pelo próprio autor. O miolo foi rodado em mimeógrafo pelo então militante do PT potiguar, ‘Mineiro’, lá na sede do partido, no Bairro de Lagoa Seca em Natal, ex-residência de Seu João Batista de Lima e Dona Terezinha, pais dos meus amigos Zizinho e Moisés de Lima. O livreco teve, ainda, ilustrações do meu filho mais velho Zoroaster Cavalcanti Medeiros, na época com 6 anos de idade e foi pacientemente datilografado por Sandra, amiga do meu mano Alex Medeiros, candidato a vereador pela insigne legenda que terminou sendo malhada nesses dias de hoje. Mas não tenho muito a reclamar, posto que também “aparelhei” o partido com total consentimento e cumplicidade dos “capas pretas” da época. Só faltam dizer agora que não sabiam de nada!

    (Nas redes sociais, um texto desta natureza sempre termina com o indefectível e amistoso “kkkkkkkk…”).


     Leave a reply