• O BOM BURGUÊS

     


                             DIRCEU TENTARÁ PRISÃO ESPECIAL POR SER ADVOGADO

    FOLHA DE S. PAULO / por Vera Magalhães (Painel) – Caso Joaquim Barbosa determine hoje a prisão dos condenados no mensalão, a defesa de José Dirceu apresentará, além do habeas corpus para tentar sustar a decisão, pedido para que ele fique preso em uma sala do Estado Maior no Batalhão da Cavalaria da PM em São Paulo. Trata-se de prerrogativa que tem Dirceu por ser advogado, antes de sentença transitada em julgado. Caso não haja sala disponível, o Estatuto do Advogado diz que o juiz deve decretar prisão domiciliar.

    Lar, doce lar 1 – O direito a sala do Estado Maior tem sido usado com frequência para assegurar prisão domiciliar para advogados condenados. A resposta da Justiça costuma ser que não há salas desse tipo disponíveis.

    Lar, doce lar 2 – Marco Maia já havia tranquilizado petistas durante a confraternização de fim de ano no Palácio do Alvorada, anteontem, a respeito do “abrigo” da Câmara para deputados condenados no mensalão.

    Blindado – A despeito do temor de petistas pela integridade física de Dirceu caso vá para o sistema penitenciário de São Paulo, integrantes do governo paulista asseguram que o presídio de Tremembé, um de seus possíveis destinos, oferece plena segurança.

    Decisão solitária – Joaquim Barbosa só discutiu com dois assessores mais próximos a decisão que vai anunciar hoje. Ontem, o presidente deixou o STF mais cedo, para estudar o pedido do Ministério Público em casa.


     Leave a reply