• “KHADAFI É UM BOM COMPANHEIRO…”

    kadafi-paramentado                                   Coronel Muammar Khadafi, “o homem forte” da Líbia

    lula_cuzco                                       Ex-presidente Lula, o “homem forte” do PT

     

                     BRASIL BATE RECORDE DE NOTÍCIAS CENSURADAS NO GOOGLE

    Agência Estado (São Paulo) – Só na primeira metade do ano passado, o Google foi obrigado por autoridades brasileiras a tirar do ar 398 textos jornalísticos. Foi recorde mundial do período. O dobro do segundo da lista, a Líbia. O dado está no relatório do Comitê para a Proteção dos Jornalistas (CPJ), divulgado ontem em São Paulo. Além disso, nos dias finais da corrida eleitoral brasileira, os juízes do País emitiram 21 ordens de censura, revela uma pesquisa do Centro Knight para o Jornalismo, do Texas (EUA).

    Muitas agências de notícias foram também multadas ou tiveram de remover conteúdos.

    “Esse quadro mostra que a censura e a autocensura, que vem junto, estão atingindo níveis muito sérios no Brasil”, resumiu Carlos Lauria, coordenador do CPJ, que veio ao Brasil apresentar o levantamento Ataques à Imprensa em 2010. Ele distribuiu ainda outro texto menor sobre a situação na América Latina, em encontro promovido pela Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo (Abraji). “Nossos levantamentos apontam 44 jornalistas mortos em serviço e 145 presos, em todo o mundo, no ano passado”, resumiu.

    A censura ao jornal O Estado de S. Paulo, hoje em seu 565.º dia, é o destaque de abertura do levantamento sobre o continente. “É espantoso que, num país como o Brasil, um dos maiores jornais seja proibido de noticiar um grande escândalo, que envolve figuras políticas conhecidas. Não consigo imaginar o The Washington Post sendo proibido de publicar algo sobre um ex-presidente americano”, disse ele. Lauria vai a Brasília amanhã, onde se reunirá com autoridades do Planalto, da Secretaria das Comunicações e dos Direitos Humanos. A agenda inclui uma visita ao Supremo Tribunal Federal (STF). As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.



    2 responses to ““KHADAFI É UM BOM COMPANHEIRO…””


    • Jamilson Martins

      O coronel Muammar Kadafi foi tido por algum tempo como ditador da Líbia. Depois que indenizou os familiares das vítimas daquele avião da Pan Am que mandou derrubar sobre Lockerbie em 1988, virou de novo gente de boa família. A França o recebeu com sua tenda beduína e com o harém que lhe serve de guarda pessoal. “A França acolhe um chefe de Estado que desisitiu definitivamente de fabricar a bomba atômica, decidiu colocar seu programa nuclear sob controle das organizações internacionais, renunciou de forma categórica o uso do terrorismo e decidiu indenizar as vítimas’, disse Nicolas Sarkozy. De ditador e terrorista, foi de repente promovido a chefe de Estado. Também, pudera! Fechou com a França contratos da ordem de 10 bilhões de euros. Business are business.
      É muita ingenuidade do Ocidente julgar que podem existir democracias no mundo muçulmano. Os países que vivem sob a égide do Islã jamais reconhecerão leis emanadas de um Parlamento. Pois as leis foram prolatadas ad aeternum pelo Profeta, e amaldiçoado seja quem as contestar.
      Nestas convulsões no mundo árabe e africano, sempre é bom lembrar o velho dito espanhol: el que vendrá, bueno te hará. Remember Reza Pahlevi. Em teocracias, não há lugar para democracias

    • Olá, Jamilson.
      Bem vindo ao SDV.

      É isso mesmo. Só lembrando que o coronel Khadafi começou a baixar a bola depois que Ronald Reagan – que o chamava de “cachorro louco” -, mandou ver um “bombardeio de precisão cirúrgica” no quarto do filho dele…
      E aí, amigo, isso eu não desejo pra FDP nenhum!
      Porém, sempre tem alguém mais “doido” do que outro. É como na letra “Chico Dum-Dum”, de Francisco Ignácio e Nelson Gonçalves:

      “Quase todo valente,
      Se apaga para sempre,
      Como Chico Dum-Dum”.

      Contudo, parece que agora, nessa onda de revoltas populares, a batata do coronel vai começar a assar…

      Valeu!


     Leave a reply