• COLORINDO MACHADO, MIA COUTO, RUBEM FONSECA E FOUCAUT!

    Pra intelectual bosteiro nenhum botar defeito!

     

        O AMOR E O ÓDIO PELOS LIVROS DE COLORIR NO MERCADO EDITORIAL NACIONAL


    BRASIL POST / FOLHA DE S. PAULO – Com o “boom” dos livros de colorir, o mercado editorial expandiu. Onze dos vinte na lista de mais vendidos são livros de colorir para adultos. “Jardim Secreto” já está com 750 mil cópias em seis meses de venda. Mas a discórdia sobre o ranking é ácida, já que algumas pessoas preferem colorir a ler – e comprar um livro, por exemplo, de Machado de Assis.
    Em entrevista à Folha, Pedro Herz, diretor-presidente da Livraria Cultura, critica o que chama de “moda passageira” e ironiza: “Oxalá mude. Amanhã será livro de sudoku. Passatempo um pouco mais inteligente, não?”


  • BIN LADEN ERA ‘CHOMSKETE!’

     

    BIBLIOTECA PRIVADA DE BIN LADEN CONTINHA CHOMSKY E TEORIAS DA CONSPIRAÇÃO

    UOL (São Paulo) – Documentos divulgados pelos EUA nesta quarta-feira (20) revelam que o líder da Al Qaeda, Osama bin Laden, mantinha uma coleção de livros em inglês em sua biblioteca privada no complexo de Abbottabad, no Paquistão, onde ele foi morto em 2011, afirmou o “Washington Post”.

    Entre os livros que o terrorista mantinha estavam “Obama’s Wars” (As guerras de Obama, em tradução livre), do jornalista Bob Woodward – o mesmo que descobriu o escândalo de Watergate nos EUA -,  “Hegemonia ou Sobrevivência: O Sonho Americano de Domínio Global”, do ativista político norte-americano Noam Chomsky, e “Military Intelligence Blunders” (Trapalhadas de inteligência militar, em tradução livre), do analista militar John Hughes-Wilson.

    Havia livros ainda sobre o islã – como “In Pursuit of Allah’s Pleasure” (“Em busca do prazer de Alá”) -,  sobre relações internacionais – como “Ascenção e Queda das Grandes Potências”, de Paul Kennedy – e títulos com teorias da conspiração sobre o 11 de Setembro – como “America’s War on Terrorism”, de Michel Chossudovsky, que alega que os atentados não foram cometidos por terroristas islâmicos, mas foi uma desculpa para os EUA invadirem o Iraque.

    A lista completa está aqui (em inglês).

    Em nota, o Escritório do Diretor Nacional de Inteligência norte-americano afirmou que o material faz parte de um “conjunto considerável de documentos recuperados durante a operação no complexo usado por Osama Bin Laden para se esconder”.

    Os documentos apontaram ainda que o líder terrorista preparava o filho mais novo, Hamza, para sucedê-lo e que orientou simpatizantes a priorizarem ataques contra os EUA. (Com agências internacionais)


  • DE OLHO NO TAPETE…

    Se Dilma perecer antes de terminar seu mandato, Lula aí estará para se oferecer como salvador do país.

     

                             POR QUE LULA E SUA TURMA FALAM TÃO MAL DE DILMA

    O GLOBO / Blog do Noblat – A pedido de Lula, com quem se reuniu em São Paulo, João Pedro Stédile, coordenador nacional do Movimento dos Sem Terra, confirmou que seu “exército” engrossaria o ato do dia 13 passado convocado pela Central Única dos Trabalhadores em defesa da Petrobras e contra o impeachment da presidente Dilma Rousseff.

    Foi Lula, há alguns dias, quem batizou de “exército” o pessoal comandado por Stédile. E ameaçou chamá-lo em defesa do governo, do PT e de Dilma, se necessário. Pelo jeito, a necessidade se impôs, embora Stédile tenha tentado desconversar:

    – Não é problema de defender governo, não. Nós vamos defender a democracia, a institucionalidade. Houve uma eleição legítima, uma maioria clara e essa institucionalidade para o bem do país e da democracia deve ser defendida.

    Claro que “é problema de defender o governo”, sim, que está acuado, confuso, sem um norte. O próprio Stédile reconhece isso quando afirma:

    – A presidente foi reeleita com toda legitimidade, o que falta a ela é que nestes dois meses eles ainda não anunciaram nenhuma medida concreta que beneficie o povo. Então é essa estupefação porque Dilma foi reeleita para seguir um programa de melhorias para o povo e até agora o governo está inerte.

    Por que pessoas tão estreitamente ligadas a Lula ou dele dependentes costumam descer a lenha em Dilma e no seu governo?

    A resposta é simples: quanto mais fraco for o governo de Dilma, mais ela dependerá de Lula para se sustentar até o fim.

    Lula precisa disso para não perder importância e continuar arrancando favores de Dilma.

    De resto, se Dilma perecer antes de terminar seu mandato, Lula aí estará para se oferecer como salvador do país, capaz de construir um pacto nacional em torno de Michel Temer, o vice-presidente da República, e depois em torno de si próprio para 2018.