• ENQUANTO ISSO, O DINHEIRO DOS GRINGOS DÁ UMA DE ‘MIGUÉ’

    Lema da publicidade ‘colonizada’ de São Miguel do Gostoso, praia paradisíaca do litoral do Rio Grande do Norte, cuja capital, Natal, também apregoava desde os anos 80, em  outdoors espalhados pela cidade por um antigo motel, o subserviente mote: “Turista Merece Casa, Comida e Roupa Lavada”.

    Imagem para divulgação do longa-metragem ‘São Miguel do Gostoso – O Filme’, do cineasta e escritor Eugênio Puppo.


    A cidade é privilegiada pela natureza física e dos próprios habitantes, mas isso tem sido apenas um atrativo para os estrangeiros, que chegam ocupando as faixas litorâneas, passando por cima da cultura de homens e mulheres, impondo-lhes novos referenciais estéticos, linguísticos, comportamentais e também econômicos – já que viver de pesca na cidade que um dia foi dos pescadores, tem se tornado uma missão quase impossível. Partimos de uma cidade pequena, onde os problemas podem ser percebidos com mais facilidade, mas o que encontramos em São Miguel do Gostoso é representativo do que acontece no estado”, lamentou Eugênio.

    A invasão das faixas litorâneas, por estrangeiros está provocando uma desconfiguração da cidade em todos os sentidos. Segundo Eugênio, a instalação de residenciais, hotéis, pousadas e outras construções deste tipo, incentivam a atividade turística, mas não absorve toda a mão de obra disponível, já que ficaram ociosas pela supressão das atividades originais como a agricultura e pesca. “Existe a empregabilidade legal e a ilegal. Quem não consegue um trabalho formal, acaba se desviando para a prostituição e as drogas”.

    (Trechos dos comentários reflexivos do diretor Eugênio Puppo à repórter Maria Betânia Monteiro, do jornal Tribuna do Norte , sobre o longa “São Miguel do Gostoso – O Filme”, que retrata  a perda de valores e a identidade cultural no estado do Rio Grande do Norte, principalmente em suas faixas litorâneas. A matéria é de 16 de setembro de 2010).

     

         CIDADE DO RN LANÇA O DINHEIRO ‘GOSTOSO’ PARA BOMBAR ECONOMIA LOCAL

    UOL / Carlos Madeiro (Maceió) – Os moradores do município de São Miguel do Gostoso (no litoral do Rio Grande do Norte, a 134 km de Natal) passaram a contar com uma nova moeda, que está circulando há um mês nas ruas da cidade. O gostoso é uma moeda social criada pelo banco comunitário e aceito em vários estabelecimentos da cidade.

    A ideia de criar o banco comunitário veio das próprias associações do pequeno município no litoral potiguar. Com o dinheiro próprio, a meta é estimular o consumo e fortalecer a economia local.

    O projeto foi realizado com a Incubadora Tecnológica de Economia Solidária (Ites), da Universidade Federal da Bahia.

    Em setembro de 2011, técnicos do órgão participaram de uma reunião do Fórum de Políticas Públicas na cidade e apresentaram o projeto Rede Nordeste de Bancos Comunitários de Desenvolvimento. Os líderes locais gostaram da ideia e levaram o projeto à frente.

    Antes de o novo dinheiro circular foram realizadas reuniões e oficinas para escolher, entre outros detalhes, o nome do banco e da moeda.

    O Banco Solidário do Gostoso foi criado em homenagem ao nome da cidade. Ficou decidido que a gestão seria da Associação de Mulheres, Jovens e Produtores de Tabua (AMJPT), com integração de diversas outras entidades da cidade.

    Empréstimos vão até 150 gostosos para pequenos projetos

    Com a ideia e detalhes fechados, os responsáveis partiram em busca dos recursos para capitalizar o banco, já que, para cada gostoso emitido é necessário R$ 1 em caixa.

    Com o banco, os moradores têm acesso a pequenos créditos de até 150 gostosos. O valor pode ser pago em até três vezes, sem nenhuma cobrança de juros.

    Os recursos do banco ajudam a fomentar compras e pequenos investimentos. “Mas nem tudo é gostoso. Há também empréstimos em real, que podem ser feitos para quem vai comprar em outra cidade”, diz Diogo Ferreira Rêgo, integrante da Ites e que apoiou a criação do banco social potiguar.

    A capitalização inicial foi feita por doações de sindicatos, cooperativas e organizações parceiras. Uma rifa também foi organizada pelo conselho gestor para arrecadar fundos.

    Segundo a AMJPT, 1.000 gostosos estão em circulação na cidade. Cada nota tem um símbolo municipal: o Boi de Reis (na nota de dez gostosos), o pescador na praia de Tourinhos (cinco gostosos), o pé de cajazeira (2 gostosos), a feira agroecológica (1 gostoso) e o cajueiro (50 centavos).

    Moeda é aceita por estabelecimentos que assinaram convênio

    Conforme as regras definidas no estatuto, cada gostoso vale R$ 1. Amoeda é aceita por estabelecimentos que assinaram um convênio e passaram a receber  a moeda como forma de pagamento por compras e serviços.

    As moedas sociais são reconhecidas pelo Banco Central como complementares ao real.

     

    Nota do SDV: em 2008 a música ‘Natal Canibal’ (Moisés de Lima / Graco Medeiros) ganhou a terceira edição do MPBeco (Festival do Beco da Lama) tratando da mesma temática abordada no filme, bem antes do referido longa-metragem. A música foi defendida pela banda Os Grogs. Ouça no link: http://www.youtube.com/watch?v=6qx98Fj98AM


  • MUAMBEIROS DE MULHERES

     

    PF FAZ OPERAÇÃO CONTRA O TRÁFICO HUMANO DE BRASILEIRAS; DUAS CASAS DE PROSTITUIÇÃO NA ESPANHA SÃO FECHADAS

    UOL (Maceió) – A PF (Polícia Federal) deflagrou, nesta quarta-feira (30), operação para coibir o tráfico humano realizado do Brasil para a Espanha. A “Operação Planeta” acontece nos dois países, em cooperação com a Cuerpo Nacional de Policia (polícia espanhola).

    Segundo a PF, a ação tem como objetivo de desbaratar uma organização internacional, com atuação nos dois países, especializada em tráfico de pessoas para prostituição. No Brasil, a coordenação é feita pela PF em Salvador, onde mulheres eram aliciadas.

    A PF informou que dois mandados de prisão preventiva, um mandado de condução coercitiva e três mandados de busca e apreensão foram expedidos pela Justiça brasileira. Na Espanha, serão fechadas duas casas de prostituição, além da realização de busca e apreensão na casa dos acusados eem estabelecimentos. Hámandados de prisão também no país europeu, mas o número não foi informado pela PF.

    Os acusados devem indiciados pela prática de tráfico internacional de pessoa para fim de exploração sexual e formação de quadrilha.

    O esquema

    Segundo a PF, brasileiras seriam recrutadas por aliciadores em Salvador com a promessa de trabalho na Espanha. A organização criminosa prometia, além do emprego, passagem aérea e dinheiro para despesas pessoais. Ao chegar na Espanha, porém, as vítimas eram surpreendidas.

    “Elas eram expostas a situação degradante de moradia e trabalho, além de tomar ciência de que a dívida, pré-constituída, seria cinco vezes maior”, informou a PF, por meio de nota.

    A “Operação Planeta” veio após uma denúncia recebida pelo “Ligue 180”, da Secretaria de Política Para as Mulheres do Governo Federal.


  • “MALDITOS MÚSICOS”

    O gaiteiro (Sanfoneiro ou acordeonista) da banda Gurizada Fandangueira, Danilo Brauner Jaques, que tocava na boate Kiss, em Santa Maria (RS), é uma das vítimas do incêndio que matou 232 pessoas neste domingo. O músico voltou ao local do sinistro para tentar resgatar o seu instrumento e terminou perecendo. Na foto, os músicos da banda estadunidense de hard rock KISS, surgida em 1973,  famosa por suas maquiagens e toda sorte de pirotecnias executadas em palcos e concertos pelo mundo afora. Agora, perguntar não ofende: se a boate Kiss tivesse tratamento adequado com material isolante acústico antifogo, seguisse os padrões recomendados quanto à edificação e estrutura física, tivesse sistema de prevenção contra incêndio e fosse inspecionada pelos agentes públicos responsáveis, será que estaríamos todos, mais uma vez, lamentando essa grande tragédia?

     

    ARTEFATO FOI INSTALADO NA LUVA DE VOCALISTA QUE CANTAVA NA KISS, DIZ POLÍCIA

    FOLHA SE S. PAULO / Marcelo Soares, Reynaldo Turollo Jr e Melina Guterres (Enviados a Santa Maria) – Investigações da Polícia Civil apontam que um artefato havia sido instalado na luva de Marcelo de Jesus dos Santos, vocalista do Gurizada Fandangueira, e foi acionado à distância, pelo produtor Luciano Augusto Bonilha Leão. Outros dois artefatos também foram acendidos no chão, segundo testemunhas.

    As investigações apontam que o incêndio foi provocado por faíscas desse artefato, que atingiram o material inflamável que revestia o teto. “O vocalista não jogou nada, ele estava pulando e o ‘sinalizador’ encostou no teto”, diz Michelly Fant, 30, que estava na festa.

    Os donos da boate Kiss e dois integrantes da banda que se apresentava no momento do incêndio na casa noturna, na madrugada de anteontem, em Santa Maria, foram presos temporariamente ontem.

    Ao pedir as prisões, a polícia afirmou ter indícios de “homicídio por dolo eventual”, porque os quatro haviam “assumido o risco da morte” dos frequentadores da boate.

    A Justiça determinou a prisão temporária por cinco dias, com possibilidade de prorrogação por mais cinco.

    Ao pedir a prisão dos donos da boate, Mauro Hoffmann, 48, e Elissandro Callegaro Spohr, 28, a polícia argumentou que ambos mantiveram o local aberto com alvará vencido e sem saída de emergência.

    Para a polícia, a prisão temporária deles era necessária para que os suspeitos não atrapalhassem a investigação.

    Como o equipamento do circuito interno de monitoramento não foi encontrado, a polícia investiga se ele estava desativado ou se alguém o retirou para destruir provas.

    Spohr, que também ficou ferido, foi preso no hospital em que está internado, em Cruz Alta, onde está sendo vigiado pela polícia.

    Já Hoffmann se apresentou à tarde na delegacia. Depois de ser interrogado, foi encaminhado ao presídio de Santa Maria, assim como os dois integrantes da banda. Eles – o vocalista e um produtor – foram presos em Mata (RS), no velório do sanfoneiro, Danilo Jaques, o único do grupo a morrer no incêndio.

    Na noite de ontem, a Justiça determinou o bloqueio dos bens dos donos da Kiss. Segundo o defensor público-geral do Estado, Nilton Leonel Maria, a ação visa garantir indenizações futuras.


  • ABALADO NA BALADA

     

    MUITO ABALADO, DJ AFIRMOU À BANDNEWS FM QUE TUDO ACONTECEU MUITO RÁPIDO

    UOL / BAND.COM – De acordo com o DJ que tocava na boate Kiss que pegou fogo em Santa Maria, no Rio Grande do Sul, na madrugada deste domingo, tudo aconteceu muito rápido. Muito abalado, ele afirmou à BandNews FM que viu muita gente ferida e muitos corpos no chão.

    O incêndio pode ter ocasionado a morte de pelo menos 200 pessoas, segundo o Corpo de Bombeiros de Santa Maria. O fogo teria começado na espuma de isolamento acústico da boate.

    Todos os hospitais da cidade estão lotados, e uma perícia no local deve confirmar as causas do incêndio.

    Além disso, as famílias das vítimas já se dirigiram ao Ginásio Municipal de Santa Maria para reconhecer os mortos.


  • A GUERRILHA BOLIVARIANA CONTRA O CÂNCER IMPERIALISTA

    Milícia camponesa da Venezuela bolivariana preparada para combater o câncer imperialista que ataca Hugo Chávez.

     
       CHÁVEZ ENTRA EM FASE ‘COMPLEXA’ DE LUTA CONTRA O CÂNCER, DIZ CHANCELER

    BBC BRASIL / Cláudia Jardim (Caracas) – O presidente da Venezuela Hugo Chávez enfrentará a fase mais “complexa” e “profunda” de sua batalha contra o câncer, informou nesta quinta-feira (24) o ministro de Relações Exteriores, Elias Jaua.

    O chanceler disse que esteve com Chávez e conversou com ele. Afirmou ainda que Chávez se recupera, está consciente e tomando decisões em relação às políticas interna e externa do país.

    “O presidente está em pleno processo de recuperação (do pós-operatório), no entanto, vem a batalha mais complexa e profunda da enfermidade”, afirmou Jaua, numa intervenção via telefônica transmitida pelo canal estatal.

    O chanceler – que já foi vice-presidente e é um dos homens de confiança de Chávez – esteve em Havana nesta semana, onde a cúpula do governo voltou a se reunir com o mandatário.

    Jaua não quis dar mais detalhes sobre a saúde presidencial, nem tampouco anunciou as decisões que teriam sido tomadas na reunião com o presidente. “Somos disciplinados”, disse, ao indicar que caberá ao vice-presidente Nicolás Maduro – que permanece em Havana – dar mais detalhes sobre a saúde do líder venezuelano.

    Membros do gabinete se negam a fornecer uma previsão de quando Chávez poderia regressar ao país. Seus ministros se limitam a afirmar que “esperam” que Chávez regresse “em poucas semanas”.

    Enquanto isso, prevalece a incógnita se o mandatário poderá ou não continuar a frente da Presidência ou se novas eleições antecipadas terão de ser convocadas.

    A oposição se diz insatisfeita com as informações relacionadas com o estado de saúde do presidente e tem exigido que o governo apresente uma “prova de vida”. “Se ele pode assinar decretos, o convido a que apareça e fale à Venezuela”, afirmou o ex-candidato presidencial e governador Henrique Capriles.

    Chávez convalesce há seis semanas em Cuba, após sofrer severas complicações em sua quarta cirurgia para combater um câncer na região pélvica. Desde então, ele não é visto ou ouvido em público.

    Processo contra jornal espanhol

    O Executivo anunciou também nesta quinta-feira que moverá uma ação judicial contra o diário espanhol El País em resposta à falsa fotografia de Chávez, qualificada pelo governo como “grotesca” publicada na capa do jornal na quinta-feira (24). 

    O governo venezuelano disse que “fará uso de todas as ferramentas legais a seu alcance” para “ressarcir o dano causado” à Chávez e à sociedade venezuelana.

    “A publicação dessa fotografia grotesca não é mais do que a confirmação da campanha sistemática que esse jornal e outros mais mantêm, aproveitando-se de maneira atroz da situação de saúde pela qual passa o comandante Chávez”, afirmou Ernesto Villegas, porta-voz e ministro da Comunicação em entrevista.

    A polêmica e falsa fotografia foi produzida a partir de um fragmento de um vídeo que mostra o close da cabeça de um homem sem cabelos e com um tubo saindo de sua boca.

    O El País disse ter obtido a foto a partir de uma agência de notícias espanhola e acrescentou que não tinha como checar a autenticidade da imagem. Mesmo assim, o jornal optou pela publicação. 

    “Ou fizeram por estupidez ou voluntariamente. Não acredito que sejam estúpidos’, afirmou Villegas.

    Ao rejeitar a publicação, Villegas questionou se o critério editorial do jornal seria o mesmo se algum líder europeu estivesse hospitalizado, nas mesmas condições de Chávez. “Será que esse jornal publicaria uma foto assim de qualquer líder europeu? Estão programando a sociedade para um desenlace fatal”, afirmou Villegas.

    Mais cedo, o jornal pediu desculpas pela publicação da foto.

    A cobertura dada pela imprensa espanhola sobre a saúde de Chávez, em especial pelo jornal, já vinha sendo alvo de críticas do governo, que afirma, são responsáveis pela difusão de rumores infundados sobre a gravidade da saúde do líder venezuelano.


  • HISTÓRIA DE PESCADOR

       Olha só o “pibinho” que eu pesquei depois daquela “marolinha” que você falou, seu mentiroso! 

     

            LULA GIGANTE É CAPTADA PELA PRIMEIRA VEZ NO FUNDO DO MAR DO JAPÃO

    EFE / UOL – A rede japonesa NHK e a americana Discovery Channel conseguiram gravar, pela primeira vez, nas profundezas marinhas a lula gigante, um dos animais mais misteriosos do mundo, informou nesta segunda-feira (7) a rede pública japonesa.

    As equipes das redes de televisão, com a colaboração de membros do Museu Nacional japonês de Ciência e Natureza, filmaram o animal a cerca de 15 quilômetros a leste da ilha japonesa de Chichijima, localizada aproximadamente 1.000 quilômetros ao sul de Tóquio. Os membros da equipe usaram um submersível que captou as imagens no verão passado, a uma profundidade de 630 metros, com uma câmera de alta definição.

    O animal tem cerca de três metros de comprimento, embora não tenha seus dois tentáculos mais proeminentes. Os especialistas dizem, portanto, que ele, originalmente, poderia medir entre oito e nove metros.

    No vídeo, que poderá ser visto na TV do Japão no dia 13 de janeiro e, posteriormente, nos Estados Unidos, em 27 de janeiro, a lula gigante se alimentou de uma isca colocada pela equipe. Nesse momento, as imagens captam de perto os enormes olhos do animal e suas ventosas, de cerca de 5 centímetros de largura, segundo informações da NHK.

    Acredita-se que o vídeo possa ajudar a mostrar comportamentos deste lendário animal, do qual até agora só existiam gravações de exemplares capturados.

    Com três corações, uma visão cem vezes mais potente que a do ser humano e um cérebro muito desenvolvido, este mítico gigante permaneceu até o momento oculto nos abismos marítimos.

    A lula gigante é considerada o maior invertebrado do mundo, já que pode chegar a ter o peso de uma tonelada e cerca de 20 metros de comprimento. O molusco vive, aparentemente, em profundezas entre os 400 e os 1.500 metros sob a superfície do mar, onde a pressão é muito elevada e a luz do sol, praticamente inexistente.


  • IMAGINE, UAI!

    John Lennon é preso em Contagem (MG). Os comparsas Paul e Ringo evadiram-se após a morte de George em tiroteio com o bando de Mark Chapman.

     

    JOHN LENNON FORAGIDO DA POLÍCIA É PRESO DURANTE TENTATIVA DE ASSALTO EM MINAS GERAIS

    UOL / Rayder Bragon (Belo Horizonte) – John Lennon Fonseca Ferreira, 22, considerado um dos criminosos mais procurados de Minas Gerais, será apresentado nesta quarta-feira (9), em Contagem (região metropolitana de Belo Horizonte), pela Secretaria de Estado de Defesa Social (Seds-MG).

    John Lennon integrava a lista de programa intitulado “Procura-se”, destinado a divulgar fotos dos procurados em locais de grande circulação de pessoas. Ele foi preso nessa terça-feira (8), em Contagem.

    No momento da prisão, ele e mais um comparsa (que, segundo a polícia, se chama Guilherme)  tentavam assaltar uma casa. Conforme a secretaria, o rapaz era procurado por homicídio, tentativa de homicídio, porte ilegal de arma, roubo e uso de documentos falsos.

    Ainda de acordo com o órgão, ele fazia parte de uma facção criminosa e atuava nas cidades de Contagem e Esmeraldas, na região metropolitana de Belo Horizonte, além de outros municípios mineiros.

    Treze denúncias

    Contra ele, havia mandado de prisão expedido pela Justiça de Contagem. Segundo a secretaria, desde que a foto dele foi divulgada, o programa recebeu treze denúncias anônimas sobre o seu paradeiro.

    Desde que foi lançado, em outubro de 2011, o “Procura-se” já auxiliou na captura de 19 dos 29 nomes que constam da lista dos mais procurados no estado. As pessoas podem fazer denúncias anônimas pelo telefone 181 e, segundo a secretaria, têm a identidade preservada.


  • O RIO DE JANEIRO, FEVEREIRO E MARÇO (*)

    “As mulheres na areia / Se deitam de todo jeito / Que o coração do sujeito / Chega muda a pancada / E muitas delas vestem um tal de biquíni / Se o cabra não se previne / Dá uma confusão danada” (Estrofe de ‘Xote de Copacabana’, música de Jackson do Pandeiro).

     

    DO “MAIÔ DE MISS” AO BIQUÍNI CORTININHA, LIVRO REPASSA UM SÉCULO DE ESTILO NAS PRAIAS DO RIO

    UOL / Adriana Terra (São Paulo) – Ambiente tão simbólico do Rio de Janeiro, a praia é palco de tendências de moda, momentos históricos e reflete importantes mudanças de comportamento.

    Conectando situações ocorridas ao longo de um século nas areias cariocas ao contexto social e político brasileiro, a jornalista Marcia Disitzer aborda a evolução do traje de banho no recém-lançado livro “Um Mergulho no Rio – 100 Anos de Moda e Comportamento na Praia Carioca”.

    Com jeito de edição especial de revista, a publicação conta, entre outras, a história do primeiro biquíni desfilado no litoral brasileiro, em 1948; trata do “menino do Rio” de cabelos parafinados e “dragão tatuado no braço”; fala sobre o famoso verão da lata e sobre o primeiro “topless”, sempre buscando contextualizá-los nos momentos políticos do país. 

    “Foi legal falar um pouco de tudo, porque a moda é um grande retrato do tempo que a gente vive”, diz Marcia. “Desde o começo eu queria falar sobre os personagens da praia, sobre como eles lançaram moda, e sobre como muitos destes modismos são ligados a momentos específicos. Como quando o ex-deputado Fernando Gabeira voltou ao Brasil, em 1979, usando aquela sunga de crochê. Você não pode falar sobre o Gabeira sem falar sobre quem ele era, por que ele foi para o exílio, por que voltou, por que aquela foto foi tão importante, tão impactante. Esse olhar mais embasado era fundamental neste livro”.

    Apoiada em uma documentação visual que reúne mais de 200 imagens, entre fotos, anúncios antigos e ilustrações de artistas como J. Carlos, a autora apresenta a praia carioca desde o comecinho do século 20, quando foi construído o calçadão da Avenida Atlântica, estimulando a convivência à beira-mar.

    Além da história dos muitos modelos de maiôs, bermudas, biquínis e sungas que fizeram sucesso ao longo dos anos (dos “maiôs de miss”, da grife Catalina, e o engana-mamãe, à sunga com lateral fina; da calcinha asa delta, ao fio dental, incluindo ainda o bermudão floral, o biquíni cortininha, o de crochê), Marcia aborda a evolução do tecido do vestuário de praia, assim como detalhes da criação de marcas como Blue Man, Bumbum Ipanema, Lenny e Salinas. 

    Dando frescor a uma narrativa que não visa pouco – são 100 anos de história para contar -, um ponto alto do livro são as entrevistas com personalidades que relembram seus verões. Musa das areias na década de 1980, Monique Evans revela, por exemplo, que fazia os próprios biquínis e chegou a se preparar para uma foto da revista “Capricho” trocando-se no mar mesmo, sem maquiagem ou qualquer produção. Já Luiza Brunet e Magda Cotrofe dizem que não tinham pudor em usar biquínis mínimos naqueles anos, enquanto a atriz e vedete Iris Bruzzi comenta a receita de bronzeador caseiro que usava na década de 1960, época em que pouco se sabia sobre os perigos da exposição ao sol.

    “O que eu fui percebendo é que cada um tinha a sua própria praia. Cada um tem uma recordação específica, usou um determinado biquíni ou sunga, teve seu ‘point’ preferido”, diz a autora. E é costurando estas memórias (muitas delas deliciosas de se ler) a uma pesquisa de fôlego sobre moda, história e comportamento que o livro visa abranger “esse território no qual a gente se movimenta tão bem”, como Marcia descreve a moda praia brasileira. 


    Nota do SDV ( * ): verso de “Aquele Abraço”, música de Gilberto Gil.


  • O SOM DA RADIOLA

     

                                            A VOZ QUENTE DE UMA DIVA POTIGUAR

    Na data de hoje, dona Idenilda de Araújo Alves da Costa, conhecida pelo nome artístico de NÚBIA LAFAYETTE (foto), completaria 76 anos.

    Núbia foi uma autêntica rainha, dotada de voz aveludada, intérprete de bolerões sentimentais, a grande representante do ‘brega clássico’ tocado nas radiolas de fichas desse Brasilzão afora.

    No vídeo abaixo, a cantora potiguar (natural da cidade de Assú) interpreta “Jamais Estive Tão Segura De Mim Mesma”, gravação de 1972, composta por um certo Raulzito, que logo ficaria famoso através do seu verdadeiro nome: RAUL SEIXAS.

    Veja e ouça: http://www.youtube.com/watch?v=Z1WbG1a3UOI


    (GM)


  • COMPANHEIRO DE MARACUTAIAS

    HL VisionStudio – Charge de Luís Dourado representando Paulo Maluf como o Coringa (personagem do ator Heath Ledger) no filme “Batman, O Cavaleiro das Trevas”.

     

                     DEPUTADO PAULO MALUF PÕE AFILHADOS NA DIREÇÃO DA COHAB

    FOLHA DE S. PAULO, via UOL / Catia Seabra (Brasília) – Aliado incômodo na campanha de Fernando Haddad (PT) à Prefeitura de São Paulo, o deputado federal Paulo Maluf (PP) emplacou afilhados políticos em sete das oito diretorias da Cohab (Companhia Metropolitana de Habitação de São Paulo).

    Durante a campanha e mesmo depois da eleição, Haddad evitou expor o pepista aliado e repetiu que seu compromisso, no PP, era com o ministro das Cidades, Agnaldo Ribeiro. Mas, empossada há nove dias, a nova diretoria da Cohab é composta por antigos colaboradores de Maluf e Celso Pitta.

    “Pode escrever aí que não sei nada disso”, disse Maluf, antes de dar uma gargalhada.

    “Procure o ministro Agnaldo Ribeiro”, disse o deputado ao encerrar a conversa.

    INTERESSES

    A Cohab é responsável pelos projetos habitacionais de interesse social da prefeitura, muitos deles em parceria com o governo federal. É o caso do Minha Casa, Minha Vida, menina dos olhos da presidente Dilma Rousseff.

    Para este ano, o orçamento previsto da Cohab é de R$ 143 milhões. Seu patrimônio, em 2012, era de R$ 1 bilhão.

    Maluf nomeou aliados nas diretorias estratégicas, como a técnica e a financeira. O diretor técnico, João Abukater Neto, presidiu a Cohab na gestão Pitta (1997 a2000).

    Novo diretor financeiro da companhia, Joel Angrisani Jr. ocupou cargos na gestão Pitta e é apoiador de Maluf.

    O diretor de patrimônio, Raphael Mário Noschese, atuou como advogado da Paubrasil Engenharia, acusada de caixa dois em benefício de campanhas de Maluf.

    O presidente da Cohab, Luiz Carlos Antunes Corrêa, foi diretor técnico da companhia no governo Maluf. Em 1986, durante o governo Jânio, foi assessor da diretoria.

    A vice-presidente, Adriana Alvares da Costa de Paula Alves, é ligada ao secretário-geral do PP e braço direito de Maluf, Jesse Ribeiro. Ela foi candidata à Prefeitura de Itaquaquecetuba em 2012.

    O presidente municipal do PP, Marcus Vinicius de Freitas, assumiu a diretoria administrativa. O advogado do PP, Jair José Rodrigues, virou diretor comercial e social.

    Maluf também tem afilhados no comando da política de habitação do Estado.