• “PLANTE QUE O GOVERNO GARANTE” (*)

    JoaoPedroStedile_1                                Stédile de carona em veículo oficial.

     
                                                JOÃO PEDRO STÉDILE EM NATAL


    Release

    Blog Diário do Tempo / Sérgio Vilar (Natal) – O Programa de Educação Popular em Direitos Humanos “Lições de Cidadania” e o Movimento dos Trabalhadores Rurais sem Terra, MST, em parceria com o Coletivo UFRN de apoio aos Movimentos Sociais e a Assembléia Popular, convidam toda a comunidade interessada a participar do evento “Se o Campo Não Planta, a Cidade Não Janta! Diálogos sobre Justiça Social, Saúde e Meio Ambiente”. Para expor o tema, contamos com a especial presença de João Pedro Stédile, economista e membro da coordenação Nacional do MST, sendo um de seus fundadores. O evento acontecerá hoje, às 19h, no Centro de Convivência, na UFRN.

     
    Nota do SDV ( * ): slogan da ditadura militar para o incentivo da produção agrícola durante a gestão de Delfim Netto no Ministério da Agricultura (1970).
     


  • O RIO DE JANEIRO CONTINUA LINDO

    15_MVG_rio_revista

     
          MORADORES DO COMPLEXO DO ALEMÃO FALAM DE EXCESSOS DOS POLICIAIS


    FOLHA.com / Fabia Prates (Rio) – Após a tomada do Complexo do Alemão, no domingo (28), moradores voltaram às ruas para observar a intensa movimentação de policiais e carros blindados, e manifestaram apoio ao fato de a ocupação ocorrer sem confrontos, diferentemente do que se esperava.

    Mas muitos reclamavam da forma utilizada pelos policiais na abordagem. No final da noite, circulavam no Twitter boatos de que moradores teriam sido espancados.

    Na rua de acesso à favela, era grande o número de curiosos. Crianças chegaram a cantar a música tema do filme Tropa de Elite e um carro de som passou pela avenida Itararé, onde estava o QG policial, tocando o Hino Nacional, após a ocupação.

    Dentro da comunidade, muitas pessoas se recusaram a falar, com medo de represálias. Entre os que aceitam conversar, a avaliação era de que a ação foi ‘boa’. Mas muitos moradores reclamaram da abordagem. Policiais civis inspecionavam as casas em busca de suspeitos escondidos, drogas e armas.

    Por volta das 13h, um homem de aproximadamente 50 anos chorava nas imediações do ponto de apoio da polícia, em um dos acessos à favela. Ele se disse indignado por ter chegado em casa e encontrado o espaço revirado.

    ‘Parabéns a eles por esse trabalho, mas não deve ser desse jeito’, disse. O filho dele foi retido como suspeito.

    Bianca, 24, estava na cama com o marido Luiz, 26, quando os policiais chegaram. Ela diz que o marido foi pressionado para assumir que tinha drogas. ‘Quem eles devem pegar, eles não pegam. Meu marido é trabalhador’.

    O delegado Ronaldo Oliveira disse que a polícia faz varredura em casas abandonadas ou que sejam suspeitas, segundo indicação de moradores. ‘Os moradores estão colaborando com a polícia’, afirmou.

    Waldemir Carlos da Rocha, 44, contou que circulava pela rua quando um policial lhe disse que ele estava passando muitas vezes por ali. ‘Não é hora de ficar andando pra lá e pra cá’, teria dito o policial. ‘Eu estou no meu direito de ir e vir’, disse Rocha.

    Suspeitando de Rocha teria vínculo com o tráfico, os policiais foram à casa dele, olharam e foi embora. A mulher contou que os policias mandaram o marido calar a boca. ‘Se fosse bandido, você ia ficar quietinho, não é? Bandido chega aqui e come até a sua mulher’, teria dito o policial na frente das filhas do casal.

    OPERAÇÃO

    A polícia ocupou o Complexo do Alemão praticamente sem resistência dos traficantes na manhã de domingo (28), após uma série de atentados ocorridos na cidade desde o dia 21, com 106 veículos queimados. Na quinta-feira, policiais já tinham entrado na Vila Cruzeiro, favela vizinha ao complexo.

    A secretaria divulgou uma estimativa de que 20 pessoas foram presas no domingo, com a utilização de 2.700 homens das polícias Militar e Civil, além das Forças Armadas.

    O balanço parcial também aponta que foram apreendidos de 50 fuzis e 40 toneladas de maconha. Não foi divulgado o número de mortos e a quantidade de cocaína apreendida.

    Até as 13h deste domingo, havia o registro de pelo menos 50 pessoas mortas na onda de violência que começou há uma semana. Deste total, foram 36 mortes de suspeitos registradas pela PM, 7 mortes registrados pela Polícia Civil e 7 registradas pelos hospitais públicos do Rio.

     


  • A DIALÉTICA DO TIRO E DA CULATRA ATRAVÉS DOS TEMPOS…

    favela1yc6

     

    “VAMOS CHEGAR NA ROCINHA E NO VIDIGAL”, DIZ SECRETÁRIO DE SEGURANÇA, BELTRAME (Manchete do UOL Notícias) 

     
    No Vidigal tem uma turminha de bamba,
    Que não se esquenta com as ameaças do rei.
    Se vem o mal
    Toda favela se levanta
    Seja lá quem for se espanta
    Se vem tirar chinfra de lei.

    Sua tramoia já sei de cor.
    Só porque tem seu poder
    Pensa que pode mais que um sofredor.

    Tramar tramou
    Mas se derrubou
    Não se brinca com o poder
    Que o poder do povo é bem maior.”


    (“Vidigal” – samba de Sérgio Ricardo / 1976)

     


  • SUPER ALENCAR

    reanimator-filme                                   Cena do filme Re-Animator ( * )
     

        JOSÉ ALENCAR PASSA BEM APÓS CIRURGIA DE APROXIMADAMENTE CINCO HORAS
     
    UOL Notícias (Da Redação em São Paulo) – O vice-presidente da República, José Alencar, passa bem após cirurgia de aproximadamente cinco horas realizada no hospital Sírio-Libanês, em São Paulo. A operação tratou de uma “suboclusão intestinal” (obstrução de alguma parte do intestino), problema que o levou a ser internado na última terça-feira (23).

    Esta foi a 16ª cirurgia do vice-presidente da República, que há dez anos faz um tratamento contra o câncer.

    Em menos de uma semana, o vice-presidente esteve duas vezes internado no hospital Sírio-Libanês. No fim de outubro, o mesmo problema, uma suboclusão intestinal, levou Alencar a ficar internado por 24 dias, recebendo alta médica na quinta-feira da semana passada (18). Um dia depois, voltou ao Sírio-Libanês por causa de um quadro de anemia, que o fez passar por uma transfusão de sangue. No último sábado (20) deixou o hospital, mas na terça-feira (23) foi internado novamente.

     
    Nota so SDV ( * ): “Re-Animator”, filme estadunidense de 1985 dirigido por Stuart Gordon, baseado no livro Herbert West–Reanimator, do escritor americano H. P. Lovecraft.



  • CHAMEM OS MARINES!

    WillieNelson

     
             
    CANTOR WILLIE NELSON É PRESO POR POSSE DE MACONHA AOS 77 ANOS
     

    FOLHA.comO cantor e compositor country norte-americano Willie Nelson, 77, foi preso na sexta-feira (26) por posse de maconha, de acordo com o site TMZ.

    A quantidade da droga encontrada com o cantor foi de cerca de 170 gramas.

    A prisão ocorreu em um posto de patrulhamento de fronteira na região de Sierra Blanca, no Estado do Texas.

    O cantor estava indo da Califórnia para o Texas no ônibus que costuma usar em suas turnês.

    Ele pagou uma fiança de US$ 2.500 (cerca de R$ 4.319) e foi liberado.

    Esta não é a primeira vez que o cantor tem problemas com a polícia por causa de drogas.

    Em 2006, ele foi detido com 0,7 quilo de maconha e 91 gramas de cogumelos alucinógenos.


    Nota do SDV: Willie Nelson,
    ícone do folk e country americano, 81 álbuns na carreira. Não, você não leu errado; são 81 álbuns, sem contar discos ao vivo, coletâneas, e os três álbuns com o The Highwaymen, grupo que acabou em 1995 e que contava com Johnny Cash na formação.



  • “A METRAIA DOS NAVÁ” (*)

    fuzileiro naval          Marinha do Brasil – Fuzileiro Naval.
     

                                       FUZILEIROS ENTRAM NA GUERRA DO RIO
     
    CORREIO DA MANHÃ / Domingos G. Serrinha (Correspondente do Brasil para Portugal) – A Marinha entrou ontem na guerra contra a onda de ataques criminosos que desde domingo apavoram o Rio de Janeiro, causaram a morte a pelo menos trinta pessoas e estão a obrigar a população carioca a trancar-se em casa. Blindados M-113, iguais aos usados pelos EUA no Iraque, e fuzileiros com os rostos pintados para a guerra ajudaram a polícia a invadir uma das mais violentas favelas, a da Vila Cruzeiro, na Penha.

    A presença dos blindados e dos militares ao lado da polícia foi o primeiro passo concreto da entrada das Forças Armadas na contra-ofensiva das autoridades depois do pedido de ajuda do governador Sérgio Cabral Filho. A Marinha também já começou a fornecer armas de guerra aos agentes e óculos de visão nocturna, para permitir incursões em favelas durante a noite. O Exército, que entrou em alerta total e reforçou a segurança em redor dos quartéis, também vai fornecer blindados e armamento pesado à polícia e, se se mostrar necessário, poderá participar em acções nas ruas.

    Além da operação na Vila Cruzeiro, considerada um bunker onde se refugiaram chefes criminosos expulsos pela polícia de outras regiões, centenas de homens de forças de elite voltaram a invadir favelas em outros pontos do Rio. Houve violentos confrontos em várias delas, com os narcotraficantes a escudarem-se atrás de barricadas. Os hospitais das regiões críticas, como a Penha, reforçaram o efectivo de médicos e enfermeiros e milhares de alunos ficaram sem aulas.

    Mesmo com todo o esforço das forças de segurança, os ataques continuam. Veículos foram incendiados em Santa Cruz, Vila Isabel, Penha, Barros Filho, Rocha Miranda, Rio Comprido, entre outros. Bananas de dinamite ligadas a um relógio foram encontradas em Madureira e uma granada foi lançada contra um quartel em Mesquita. Dezenas de suspeitos foram detidos em vários bairros com cocktails molotov.

     
    Nota do SDV ( * ): embolada de Manezinho Araújo (gravada em 1941).



  • “BOTAFOGO, BOTAFOGO” (*)

     carro velho-botafogo

               MAIS QUATRO VEÍCULOS SÃO INCENDIADOS NA AVENIDA BRASIL NO RIO


    Portal Terra – Quatro veículos foram incendiados na manhã desta quinta-feira, na pista sentido Centro da Avenida Brasil, altura de Barros Filho, zona norte do Rio de Janeiro.

    Foram um carro, duas motocicletas e um caminhão incendiados causando congestionamento intenso na região. Não houve vítimas.

    VIOLÊNCIA

    Os ataques tiveram início na tarde de domingo, dia 21, quando seis homens armados com fuzis abordaram três veículos por volta das 13h na Linha Vermelha, na altura da rodovia Washington Luis. Eles assaltaram os donos dos veículos e incendiaram dois destes carros, abandonando o terceiro. Enquanto fugia, o grupo atacou um carro oficial do Comando da Aeronáutica (Comaer) que andava em velocidade reduzida devido a uma pane mecânica. A quadrilha chegou a arremessar uma granada contra o utilitário Doblò. O ocupante do veículo, o sargento da Aeronáutica Renato Fernandes da Silva, conseguiu escapar ileso. A partir de então, os ataques se multiplicaram.

    Na segunda-feira, cartas divulgadas pela imprensa levantaram a hipótese de que o ataque teria sido orquestrado por líderes de facções criminosas que estão no presídio federal de Catanduvas, no Paraná. O governo do Rio afirmou que há informações dos serviços de inteligência que levam a crer no plano de ataque, mas que não há nada confirmado. Na terça, a polícia anunciou que todo o efetivo foi colocado nas ruas para combater os ataques e foi pedido o apoio da Polícia Rodoviária Federal (PRF) para fiscalizar as estradas. Foram registrados 12 presos, três detidos e três mortos.

    Na terça, a polícia anunciou que todo o efetivo foi colocado nas ruas para combater os ataques e foi pedido o apoio da Polícia Rodoviária Federal (PRF) para fiscalizar as estradas. Foram registrados 12 presos três detidos e cinco mortos.

    Na quarta-feira, com o policiamento reforçado e as operações nas favelas, 15 pessoas morreram em confronto com os agentes de segurança, 31 foram presas e dois policiais do Batalhão de Operações Especiais (Bope) se feriram, no dia mais violento até então. Entre as vítimas dos confrontos, está uma adolescente de 14 anos, que morreu após ser baleada nas costas. Além disso, 15 carros, duas vans, sete ônibus e um caminhão foram queimados no Estado.

    Ainda na quarta-feira, o governo do Estado transferiu oito presidiários do Complexo Penitenciário de Gericinó, na zona oeste do Rio, para o Presídio Federal de Catanduvas, no Paraná. Eles são acusados de liderar a onda de ataques. Outra medida para tentar conter a violência foi anunciada pelo Ministério da Defesa: o Rio terá o apoio logístico da Marinha para reforçar as ações de combate aos criminosos. Até quarta-feira, 23 pessoas foram mortas, 159 foram presas ou detidas e 37 veículos foram incendiados no Estado


    Nota do SDV ( * ): versos iniciais do hino do Botafogo de Futebol e Regatas (autoria de Lamartine Babo).

     

  • “NINGUÉM ME AMA, NINGUÉM ME QUER” (*)

    gostosa em ponta negra          Praia de Ponta Negra – Natal/RN

     

    NINGUÉM SE INTERESSA POR ESTÁDIO, E NATAL PEDIRÁ NOVO PRAZO PARA RECEBER COPA-2014

     
    BOL NOTÍCIAS / Nelson Barros Neto (colaboração para A Folha) – No mesmo dia em que o presidente Lula
    declarou não ver “nada atrasado” para as obras da Copa de 2014, o governo do Rio Grande do Norte anunciou não ter recebido nenhuma empresa interessada em construir a Arena das Dunas, estádio indicado pelos potiguares para substituir o atual Machadão e abrigar as partidas do Mundial em Natal.

    “Essa é uma surpresa desagradável. Acredito no projeto. Não vejo nenhum risco. É um bom negócio e tem um bom retorno para quem investir”, lamentou o secretário extraordinário para assuntos relativos à Copa, Fernando Fernandes, para a própria agência de comunicação do RN.

    O processo de entrega dos envelopes com as propostas acabou às 11h (de Brasília) desta quarta-feira, porém a licitação terminou sendo declarada deserta pela inexistência de concorrentes.

    A situação fará com que o Rio Grande do Norte procure o COL (Comitê Organizador Local de 2014) para pedir um novo cronograma de obras para lá. Segundo o secretário Fernandes, a construção deve durar entre 24 e 30 meses para ser concluída.

    “Se fosse uma obra pública, o Estado poderia contratar a empresa que quisesse. Mas é uma PPP (Parceria Público Privado) e existem investimentos privados. Por isso, temos que buscar rapidamente uma saída e os esforços têm que começar hoje”, acrescentou.

    Caso o edital venha a ser republicado, o processo licitatório precisará ser zerado e deverá levar, no mínimo, mais 45 dias. Cinco empresas chegaram a depositar 1% do valor da obra, mas não se manifestaram agora.

     
    Nota do SDV ( * ): verso de “Ninguém Me Ama”, samba-canção de Antonio Maria e Fernando Lobo, sucesso na voz de Nora Ney (1952).

     


  • CHORANDO O LEITE DERRAMADO

    chico_lendo livroO músico, compositor e escritor Chico Buarque

                  
                   
                 
    INTERNAUTAS PEDEM QUE CHICO BUARQUE DEVOLVA PRÊMIO JABUTI
     

    “Devolva o Neruda que você me tomou
    E nunca leu” ( * )

     
    FOLHA.com – Uma petição on-line pede que o escritor e compositor Chico Buarque devolva o Prêmio Jabuti de Livro do Ano de Ficção que ganhou pelo romance “Leite Derramado” (Companhia das Letras).

    “Chico, devolve o Jabuti!” foi criado no dia 13/11 e já reuniu, até ontem, 8.344 assinaturas.

    O abaixo-assinado ganhou repercussão ao ser citado no blog de Reinaldo Azevedo, colunista da revista “Veja”. Azevedo foi o terceiro a assinar a lista.

    A polêmica começou quando Chico Buarque, segundo colocado na categoria romance do Jabuti, faturou depois o principal troféu do prêmio, no dia 4/11.

    O primeiro colocado entre os romances foi “Se Eu Fechar os Olhos Agora” (Record), livro de estreia do jornalista Edney Silvestre.

    “Como pode o segundo lugar da subcategoria se transformar, depois, no primeiro lugar da categoria geral?”, diz o texto da petição.

    O abaixo-assinado também afirma tratar-se de “uma lógica ou malandra ou ‘asinina’. Burros, eles não são. Então se trata mesmo de malandragem”.

    Além dos erros de grafia, o site cita de forma incorreta o livro de Silvestre (“Se Eu Fechar os Olhos”).

    Já em defesa do escritor surgiu uma outra petição on-line: “Chico Buarque, fique com seu Jabuti”. “Fique com seu Jabuti, Chico, porque você venceu dentro das regras”, argumenta o texto.

    “E só apela para o tapetão quem primeiro aceitou as regras e depois, ao ver que perdeu, denuncia essas mesmas regras que antes lhe pareciam suficientes para garantir a vitória.”

    O abaixo-assinado a favor de Chico acumulou até agora seis nomes.

    Em protesto ao resultado do Jabuti, o Grupo Record, que edita Silvestre e Azevedo, anunciou que não participará mais do prêmio.

     

    Nota do SDV ( * ): versos de “Trocando Em Miúdos”, de Francis Hime e Chico Buarque (1978).
    Obs: após o Jabuti, Chico Buarque vence Prêmio Portugal Telecom de Literatura, versão 2010.



  • AS ÁGUAS VÃO ROLAR…

    os cão-sandro fortunato            “Os Cão”, bloco de sujos da praia da Redinha (Natal / RN). Foto: Sandro Fortunato.

     

                        PT CRITICA BLOCÃO DE PMDB EM REUNIÃO DA NOVA BANCADA


    “Não põe corda no meu bloco
    Nem vem com teu carro-chefe
    Não dá ordem ao pessoal
    Não traz lema nem divisa
    Que a gente não precisa
    Que organizem nosso carnaval
    Não sou candidato a nada
    Meu negócio é madrugada
    Mas meu coração não se conforma
    O meu peito é do contra
    E por isso mete bronca
    Neste samba plataforma” ( * )

     

    FOLHA.com / Maria Clara Cabral (Brasília) – Deputados do PT criticaram na terça-feira, durante reunião da nova bancada do partido, o anúncio do PMDB de criar de um bloco parlamentar, composto por PR, PP, PTB e PSC.

    As críticas tiveram início com o líder da legenda, deputado Fernando Ferro (PE). “Mostramos aos novos deputados que o PMDB sinalizou que fará um bloco. Colocamos que foi uma atitude precipitada, principalmente agora, que estamos dando preferência para uma coalizão forte. Essa montagem não nos pareceu adequada, é um movimento que não contribui”, disse.

    O blocão, anunciado visando a nova legislatura, teria 202 deputados. O objetivo é ganhar força na montagem do governo da presidente eleita, Dilma Rousseff, e nas disputas pelos cargos de comando no Congresso. O mentor do acordo foi o líder do PMDB, Henrique Eduardo Alves (RN), que almeja a presidência da Casa.

    Na reunião de hoje, os deputados Arlindo Chinaglia (PT-SP) e Ricardo Berzoini (PT-SP) foram escalados para preparar um documento de conjuntura e cenários políticos, que deve ser apresentado no próximo encontro da bancada do PT, marcado para o dia 06. Na ocasião, o partido deve avançar nas discussões sobre a formação de um bloco próprio com outras legendas aliadas, como PC do B e PSB.

    Fernando Ferro também aproveitou a participação dos novos deputados para apresentar os nomes dos candidatos aos postos de presidente da Câmara e líder do partido. Cândido Vaccarezza (PT-SP), Arlindo Chinaglia (PT-SP), João Paulo Cunha (PT-SP) e Marco Maia (PT-SP) querem ser indicados para concorrer ao comando da Casa. Já Jilmar Tatto (PT-SP) e Paulo Teixeira (PT-SP) brigam pela liderança.


    Nota do SDV ( * ): estrofe de “Plataforma”, samba de João Bosco e Aldir Blanc.