• DIA DE ÍNDIO

    indio brasilia

     

       PRESSIONADO PELO DEM, SERRA ANUNCIA DEPUTADO INDIO DA COSTA COMO VICE


    Folha.com / Catia Seabra e Breno Costa (São Paulo) – O DEM e PSDB acabam de decidir o nome do deputado Indio da Costa (DEM-RJ) como vice do tucano José Serra na disputa presidencial.

    Entre os pontos para a sua escolha está o fato de ele ter sido o relator do projeto do Ficha Limpa. Também foi levado em conta ele ser do Rio de Janeiro, terceiro maior colégio eleitoral do país, e ser jovem.

    A indicação é uma vitória pessoal do ex-prefeito do Rio Cesar Maia e do presidente do DEM, deputado Rodrigo Maia (RJ). Costa já foi secretário de administração do Rio no governo Cesar Maia.

    O martelo foi batido na casa de Serra, onde estavam reunidos o tucano, o prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab (DEM), e Rodrigo Maia.

    Serra irá viajar para Brasília, onde participa da convenção do DEM. Uma sala foi montado no hotel Grand Bittar, em Brasília, onde o partido faz a convenção. O vice será anunciado em uma entrevista coletiva marcada para as 17h.

    Indio da Costa foi escolhido depois da reação do DEM contra a indicação do senador Alvaro Dias (PSDB-PR) para o posto.

    “@depindiodacosta, parabéns pela brilhante atuação a favor do projeto Ficha Limpa aprovado pelo Congresso. Seu trabalho foi decisivo”, escreveu Dias no seu Twitter na noite de ontem.

    O presidente do PPS, Roberto Freire, elogiou a escolha de Indio e saiu em defesa do deputado ao ser questionado sobre sua falta de experiência.

    “Ele tem mais experiência do que Dilma [Rousseff, candidata do PT à Presidência].”

    Biografia

    Antônio Pedro de Siqueira Indio da Costa tem 39 anos e é formado em Direito pela Universidade Cândido Mendes.

    Ele foi eleito vereador no Rio de Janeiro por três legislaturas de 1997 a 2005. Além do DEM, ele teve uma passagem pelo PTB.

    Na Câmara deste 2006, o deputado é membro da Comissão de Constituição e Justiça, da Comissão de Defesa do Consumidor e da Comissão de Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática.

     


  • SAUDAÇÃO POLAR (*)

    bipolar

     

         BIPOLAR LANÇA CRÔNICAS DIVERTIDAS SOBRE EUFORIAS E EXCENTRICIDADES

     

    Folha Online – Durante muito tempo, as pessoas associaram o transtorno bipolar a uma espécie de loucura. Por isso, Marcelo Diniz sentiu uma enorme sensação de alívio ao descobrir, por intermédio de uma amiga norte-americana especialista no assunto, que estava acompanhado em seu distúrbio por gente como Francis Ford Coppola, Tim Burton, Elizabeth Taylor, Jim Carrey, Tom Waits, Robin Williams, Axl Rose, Salvador Dalí, Marilyn Monroe, Elvis Presley, Winston Churchill, Isaac Newton e outros.

    A conclusão foi que, se entre seus semelhantes há tantos donos de currículos invejáveis, nem tudo está perdido. E a grande sacada das crônicas de Diniz foi tirar o foco dos aspectos depressivos da doença e transpor suas excentricidades do dia a dia para textos acessíveis e divertidos.

    São histórias inusitadas, típicas de uma pessoa que, ao ser avisada que seu veículo roubado estava estacionado em perfeito estado em frente a uma casa no meio da favela do Complexo do Alemão, no Rio, não tem dúvidas: vai sorrateiramente até o local e, munido da chave reserva, traz seu carro de volta.

    Em outra passagem, no ano de 1980, bastou descobrir que o nome do aguardadíssimo cometa Halley não havia sido registrado nem no Brasil nem nos EUA para que imediatamente abandonasse a sólida carreira numa grande empresa para se aventurar a fazer do fenômeno a sua marca registrada.

    Os casos são intermediados por períodos de crises e normalidade, permitindo ao leitor conhecer um pouco do universo de um bipolar e até se reconhecer em certas atitudes.

    Diniz sempre trabalhou em comunicação, como cliente (Esso, Souza Cruz), veículo (TV Globo) ou agência (McCann Erickson, MPM, Contemporânea, Artplan, Koch Tavares). Foi professor de pós-graduação da ESPM (Escola Superior de Propaganda e Marketing), FGV (Fundação Getulio Vargas) e Fundação Dom Cabral. É assessor da Associação Brasileira de Agências de Publicidade e planejador da Associação Brasileira de Propaganda.


    ( * )
    NOTA DO SDV:  verso de “Amigo Urso”, samba de Moreira da Silva.

     


  • QUEIMANDO O FILME

    laranja mecO ator Malcolm McDowell no filme “Laranja Mecânica” (1971), de Stanley Kubrick.

     

    HOLANDÊS CRUYFF DETONA TIME DE DUNGA: “NÃO PAGARIA PARA VER O BRASIL”

     

    UOL Esporte (São Paulo) – Maior jogador da história da Holanda, Johan Cruyff teve a oportunidade de marcar contra a seleção brasileira na Copa de 1974. Na época, o Brasil tinha nomes como Rivelino e Jairzinho. Em 2010, a presença de Felipe Melo e Julio Baptista no grupo deixou o ex-craque confuso.

    “Cadê o time brasileiro que todos nós conhecemos? Lembro de jogadores como Gerson, Tostão, Sócrates, Falcão, Zico. Agora, só vejo Gilberto, Melo, Bastos, Julio Baptista”, criticou Cruyff em entrevista ao jornal inglês Daily Mirror.

    “Onde está a magia brasileira? Posso entender por que Dunga chamou alguns desses jogadores, mas cadê o armador, a habilidade no meio-campo?”, questionou o ex-jogador do Barcelona, comandante do “carrossel holandês” de 1974, lembrado como um dos melhores de todos os tempos.

    “Eu não acho que nenhum espectador gostaria de pagar para ver esse time. Eu nunca compraria um ingresso”, disparou Cruyff, que considera o Brasil de 2010 “apenas um time como qualquer outro”, diferente de outros Mundiais.

    “Eles têm jogadores talentosos, mas jogam de uma maneira defensiva e pouco empolgante. É uma vergonha para o torneio. Os torcedores sempre querem apreciar o futebol brasileiro, a fantasia que eles trazem para a Copa do Mundo, mas não terão nada disso agora”, completou Cruyff.

    Ele é o mesmo que chegou a declarar que o Chile tinha o futebol mais bonito da Copa do Mundo. “A melhor equipe que eu vi, de longe, é o Chile, que criou mais chances do que todas as outras seleções”, afirmou Cruyff, antes da vitória do Brasil por 3 a 0 nas oitavas de final.

     


  • O CRENTE ENCRENQUEIRO

    kaka_mau                Kaká: a história de um homem mau.

     

                                                      KAKÁ BAD BOY FACTS
     

    Blog singular.mente.plural – Depois da expulsão no jogo contra a Costa do Marfim, do cartão amarelo e do palavrão proferido na partida contra o Chile, o bom moço Kaká assumiu seu lado marrento e vieram à tona histórias de sua vida que comprovam que ele é bad boy. Está circulando na Internet uma lista com os Kaká Facts, uma sátira com os famosos Chuck Norris Facts, que brincam com as façanhas e bravuras do ator norte-americano.

    – Numa festa de crianças Kaká comeu dois brigadeiros antes de ser cantado o parabéns.

    – Kaká assistiu o horário eleitoral gratuito no mudo.

    – Certa Vez Kaká saiu à noite, no frio de Milão, sem nenhum casaco.

    – Kaká já alugou um filme romântico e por engano veio um pornô dentro da caixinha. Ainda assim Kaká assistiu uma boa parte.

    – Na juventude, a mãe de Kaká pediu pra ele comprar presunto e ele trouxe mortadela só pra sacanear.

    – Kaká recebeu troco a mais em uma loja e não falou nada.

    – Uma vez Kaká olhou pras pernas de uma mulher na rua.

    – Em certa oportunidade, Kaká atirou num companheiro de time quando jogava Counter Strike.

    – Kaká nunca deu boa noite pro Willian Bonner no final do Jornal Nacional.

    – Quando criança, Kaká tocou a campainha do vizinho e saiu correndo.

    – Kaká já ficou off line no MSN sem dar tchau para seus contatos.

    – Kaká não precisou de pulseirinha pra entrar no show do Restart.

    – Kaká já tirou meleca do nariz e colou embaixo da carteira do colégio.

    – Dirigindo, Kaká passou no sinal amarelo.

    – Kaká já foi dormir sem escovar os dentes.

    – Kaká assistia o Cine Privé escondido dos pais.

    – Kaká já atravessou a rua fora da faixa de pedestres.

    – Kaká mentiu pra mãe dele dizendo que estava doente só pra não ir à escola.

     


  • NA MARCA DO PÊNALTI

    brunoGoleiro Bruno, do Flamengo

     

                   POLÍCIA CIVIL INFORMA QUE RETOMARÁ BUSCAS EM SÍTIO DE BRUNO

     

    UOL Esporte (Belo Horizonte) – As buscas no sítio do goleiro Bruno no Condomínio Turmalina, em Esmeraldas, município da Região Metropolitana desta capital, deverão ser retomadas na tarde desta terça-feira, de acordo com informação da assessoria de imprensa da Polícia Civil de Minas Gerais.

    Na segunda-feira, equipes das polícias civil, militar e soldados do Corpo de Bombeiros vasculharam o sítio do goleiro Bruno e terrenos próximos ao local, tentando encontrar indícios que possam esclarecer o paradeiro de Eliza Silva Samudio, de 25 anos, ex-namorada do jogador do Flamengo.

    A garota entrou na Justiça do Rio para tentar comprovar a paternidade do filho de Eliza Samudio, Bruninho, de 4 meses, que foi encontrado em uma favela em Contagem, no final de semana passado, com conhecido de Bruno e da mulher dele, Dayane Fernandes, que responderá a inquérito por subtração de incapaz.

    Na segunda-feira, a operação de busca durou pouco mais de sete horas e a Polícia Civil informou a apreensão de fraldas, roupas femininas e passagens aéreas, cujos nomes e destinos não foram revelados.

    Já a busca por um corpo que estaria uma cisterna em local próximo ao sítio de Bruno não teve êxito. Por volta das 22h, menos de quatro horas depois de iniciadas, as buscas em duas cisternas ali existentes foi encerrada pela Corporação sem que nenhum cadáver tivesse sido encontrado.

    Peritos do Instituto de Criminalística trabalharam também na operação, utilizando uma substância chamada luminol, que permite a detecção de marcas de sangue. A Polícia Civil não confirmou se foram encontrados resquícios de sangue no local.

    Pela manhã, foi intensa a movimentação da imprensa na portaria do Condomínio Turmalina, à espera do retorno dos policiais. Mas, somente no início da tarde foi informado que a operação de busca e apreensão, devidamente autorizada por ordem judicial, seria retomada ainda nesta terça-feira.

    De acordo com levantamento da Polícia, Eliza Samúdio deixou o Rio de Janeiro, no último dia 5, informando às amigas que viria a Belo Horizonte com o filho do goleiro Bruno. “Ela disse que estava tudo bem, informou à advogada que viria para cá. Uma das colegas dela denunciou no Rio de Janeiro que havia perdido contato com ela, que estava desaparecida”, contou Edson Moreira, chefe da Divisão de Crimes Contra a Vida.

     

  • NUMA FESTA DE SÃO JOÃO

    são joão

     

      PROFUNDAMENTE
       (Manuel Bandeira)

    Quando ontem adormeci
    Na noite de São João
    Havia alegria e rumor
    Vozes, cantigas e risos
    Ao pé das fogueiras acesas.
    No meio da noite despertei
    Não ouvi mais vozes nem risos
    Apenas balões
    Passavam errantes
    Silenciosamente.
    Apenas de vez em quando
    O ruído de um bonde
    Cortava o silêncio
    Como um túnel.

    Onde estavam os que há pouco
    Dançavam
    Cantavam
    E riam
    Ao pé das fogueiras acesas?

    — Estavam todos dormindo
    Estavam todos deitados
    Dormindo
    Profundamente.

    Quando eu tinha seis anos
    Não pude ver o fim da festa de São João
    Porque adormeci.

    Hoje não ouço mais as vozes daquele tempo
    Minha avó
    Meu avô
    Totônio Rodrigues
    Tomásia
    Rosa
    Onde estão todos eles?

    — Estão todos dormindo
    Estão todos deitados
    Dormindo
    Profundamente.

     


  • AMAVA O AMOR DOS MARINHEIROS (*)

    beijo-thumbBeijo registrado pelo fotógrafo naturalizado americano Alfred Eisenstaedt no dia 15 de agosto de 1945, no Times Square (NY) comemorando o fim da 2ª guerra mundial.

     

                MORRE ENFERMEIRA DA 2ª GUERRA DE FAMOSA FOTO DE BEIJO EM NY

     

    LOS ANGELES, 23 de junho (Reuters Life) – Uma enfermeira que ficou famosa por uma foto na qual aparecia beijando um marinheiro norte-americano na Times Square de Nova York em 1945, comemorando o fim da Segunda Guerra Mundial, morreu aos 91 anos, informou sua família na terça-feira.

    A foto do V-J Day (Dia da Vitória sobre o Japão) de Edith Shain vestida de branco pelo fotógrafo Alfred Eisenstaedt registrou um momento épico na história dos EUA e se tornou uma imagem icônica marcando o final da guerra após ser publicada na revista Life.

    A identidade da enfermeira na foto não ficou conhecida até o final dos anos 1970, quando Shain escreveu ao fotógrafo dizendo que ela era a mulher da foto tirada no dia 15 de agosto na época em que trabalhava em um hospital da cidade de Nova York.

    A identidade do marinheiro continua controversa e desconhecida.

    Desde então a foto também marcou a vida de Shain, pois a fama conquistada lhe trouxe convites para eventos ligados à guerra, como colocar grinaldas em túmulos, participar de paradas e outros eventos comemorativos.

    “Minha mãe sempre estava disposta a enfrentar novos desafios, e cuidar dos veteranos da Segunda Guerra Mundial lhe dava energia para aceitar outra chance de fazer a diferença”, disse seu filho Justin Decker em comunicado.

    Shain, que morreu em sua casa de Los Angeles no domingo, deixa seus três filhos, seis netos e oito bisnetos.

     

    ( * ) NOTA DO SDV  
    Referência aos versos de Pablo Neruda no poema Farwell:

    “Amo el amor de los marineros
    Que besan y se van”.

     


  • JÁ FUI BOM NISSO!

    belo monte2

     

    LULA VISITA LOCAL DE OBRA DA USINA DE BELO MONTE E SE IRRITA COM MANIFESTANTES
     

    UOL / Maurício Savarese (São Paulo) – Em visita a Altamira, região paraense onde será construída a controversa hidrelétrica de Belo Monte, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva se irritou nesta terça-feira (22) com manifestantes presentes no local. Durante discurso, ele afirmou que os adversários deveriam ter paciência para ouvir seus argumentos.

    “Se eles tivessem paciência de ouvir, eles teriam a paciência de ouvir o que já aprendi nesse tempo todo. Quando tinha a idade deles, ia para o Paraná para me manifestar contra a construção de Itaipu. Dizíamos que Itaipu seria utilizada para inundar a Argentina. Os contrários, como esses meninos, por falta de informação, diziam que ia ter terremoto na região”, afirmou Lula.

    O empreendimento tem entrada de operação prevista para 2015 (1ª fase) e 2019 (2ª fase). Ambientalistas consideram a obra desnecessária por ter potencial de uso inferior ao de muitas outras usinas hidrelétricas, mas com um custo ambiental pesado, com a possibilidade de alagamento de áreas hoje habitadas. O governo recusa essa avaliação.

    A obra será tocada pelo Consórcio Norte Energia, composto principalmente pela Companhia Hidroelétrica do São Francisco (Chesf) e pelas empresas Queiroz Galvão, Mendes Junior, J Malucelli e Gaia Engenharia. A Eletrobras entrou depois no consórcio, por meio da subsidiária Eletronorte.

    Há várias dúvidas financeiras sobre Belo Monte, cujo porte só é superado por Três Gargantas, na China, e Itaipu, de Brasil e Paraguai, é sobre o custo. O governo estima o preço em quase R$ 20 bilhões, mas as empreiteiras acreditam que gastarão até R$ 30 bilhões. Lula responde que parte desse custo é para ajudar os prejudicados.

    “Ao invés de ser contra, proponha alternativa para usar os R$ 4 bilhões que estamos usando no processo. Vamos discutir como a gente vai usar esses R$ 4 bilhões para melhorar a vida da população ribeirinha, dos índios”, criticou o presidente, acompanhado da governadora Ana Júlia Carepa, em tom ríspido.

    Em seguida, ironizou os manifestantes que gritavam em meio a centenas de pessoas. “Passem metade do dia gritando contra e passem metade colocando a energia positiva de vocês para pensar alguma coisa importante”, alfinetou.

    Histórico

    A usina será construída no município de Vitória do Xingu (PA). Enquanto o governo afirma que a nova usina pode beneficiar 26 milhões de brasileiros, críticos argumentam que o impacto ambiental e social da instalação de Belo Monte foi subestimado e apontam para uma suposta ineficiência da hidrelétrica.

    Os primeiros estudos de aproveitamento do rio Xingu surgiram com a criação da Eletronorte – estatal da área elétrica -, em 1975. Quatorze anos depois, foi realizado o 1º Encontro dos Povos Indígenas do Xingu. Ali, o primeiro protesto ganhou o mundo: o então presidente da Eletronorte e atual da Eletrobras, José Antonio Muniz, sente a lâmina do facão de uma índia roçar o seu rosto, em um sinal de alerta.

    Esse acontecimento mudaria o nome da hidrelétrica planejada: do indígena Kararaô para Belo Monte. O projeto começou a encolher para caber nas exigências dos ambientalistas e dos indígenas, mas as manifestações e as preocupações com os efeitos da construção não desaparecem.

    Recentemente, o Ministério Público Federal no Pará, ambientalistas e até o cineasta James Cameron se uniram contra a hidrelétrica. Eles dizem que os estudos feitos não são respondem à pergunta: o que acontecerá com fauna, flora e população ribeirinha da região? O governo alega que o Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis) deu licença prévia e a obra deve começar.



  • FÉ DE KAKÁ

    a fé de kaká          O batismo de Kaká pelo casal Estevam e Sonia Hernandes da Igreja Renascer em Cristo.

                  

           KAKÁ FAZ DESABAFO SOBRE OPÇÃO RELIGIOSA E RECLAMA DE PRECONCEITO

     

    UOL / Bruno Freitas (Johanesburgo, AFS) – Durante a longa entrevista coletiva que concedeu nesta terça-feira na concentração da seleção brasileira em Johanesburgo, Kaká fez uma pausa para desabafar a respeito de seus hábitos religiosos e de um suposto preconceito contra pessoas que seguem a orientação evangélica.

    Kaká citou o jornalista Juca Kfouri, blogueiro do UOL, para iniciar o desabafo de tom religioso.

    “Ele (Kfouri) tem dirigido os canhões para mim, não profissionalmente, mas de uma forma pessoal, direcionada a minha fé em Jesus Cristo. Respeito ele como ateu, mas espero respeito com aquele que professa sua fé através de Jesus Cristo”, declarou o meio-campo.

    “E digo isso não só a meu respeito, mas falando de milhões de brasileiros que creem em Deus e em Jesus Cristo”, completou Kaká.

    Em seu blog, Juca Kfouri se defendeu e falou sobre a polêmica. “Kaká se engana e enfiou Jesus onde Jesus não foi chamado. Critico sim o merchandising religioso que ele e outros jogadores da Seleção costumam fazer, tentando nos enfiar suas crenças goela abaixo. Um tal exagero que a Fifa tratou de proibir, depois do que houve na comemoração da Copa das Confederações. Mas não abri bateria alguma contra ele, provavelmente mal assessorado, tanto que o considerei o melhor em campo no jogo contra Costa do Marfim. Apenas noticiei que ele sofre com seu púbis e há quem avalie que isso o levará a encerrar a carreira prematuramente.”, escreveu o jornalista.

    O principal astro da seleção brasileira é um conhecido seguidor da igreja evangélica Renascer em Cristo, que tem como líderes o casal de apóstolos Estevam e Sônia Hernandes.

    Na entrevista, o camisa 10 da seleção na Copa do Mundo ainda se recusou a manifestar opinião a respeito da polêmica entre Dunga e a Rede Globo, detonada no último domingo, em coletiva após a partida contra a Costa do Marfim.

    “Não quero falar sobre isso, não estava lá na hora. Mas eu acabei de dar uma resposta aqui porque achei que era a hora. Talvez tenha sido a mesma coisa”, declarou.

     


  • DISCUTINDO A RELAÇÃO

    relações públicas2

     


    TV GLOBO É QUESTIONADA POR DAR CARGO DE RELAÇÕES PÚBLICAS A PERSONAGEM DE NOVELA

     

    Portal Imprensa / Mariane Zendron – O Conselho Regional de Profissionais de Relações Públicas do Rio de Janeiro (Conrerp-RJ) enviou, no último sábado (19), uma carta à TV Globo e ao novelista Sílvio de Abreu, na qual questiona a maneira como a profissão tem sido abordada na novela “Passione”. Segundo o Conselho, o personagem Fred, vivido por Reynaldo Gianechinni, foi contratado para exercer o cargo de RP em uma metalúrgica, apesar de não ser qualificado para a profissão, com o diploma de ensino superior.

    Ao Portal Imprensa, o presidente do Conrerp-RJ, Alexandre Coimbra, afirmou que, no folhetim, o diploma também não foi solicitado pelos empregadores e que Fred só teria sido contratado por ser bonito e ter “fala mansa”. Para Coimbra, a menção à profissão na novela desinforma e deseduca.

    “Queremos esclarecer esse assunto para que as pessoas não tenham a impressão de que não é necessário ter o diploma e registro profissional para exercer a profissão de Relações Públicas”, disse Coimbra.

    Um trecho da carta enviada à Rede Globo, que também foi publicada no blog do Conrerp, esclarece que Relações Públicas é uma profissão regulamentada. “É exercida atualmente, em todo o país, por cerca de 15 mil profissionais regularmente registrados no Sistema do Conselho Federal de Profissionais de Relações Públicas (Conferp), em seus conselhos regionais”.

    “Seria muito reconfortante saber que o personagem está sendo contratado para a função pela sua formação profissional (Bacharel em Relações Públicas) e respectivo registro”, diz outro trecho da carta.

    À reportagem, a assessoria da TV Globo informou que ainda não tem conhecimento sobre o assunto.