• A ONDA

    tsunami-big

     

    Manuel Bandeira
     

    a onda anda
    aonde anda
    a onda?
    a onda ainda
    ainda onda
    ainda anda
    aonde?
    aonde?
    a onda a onda

     


  • DAS DROGAS

    camiseta-fhc

    021210-jm2180.jpg

     

                           NO RIO, FHC DEFENDE A DESCRIMINALIZAÇÃO DAS DROGAS

     

    Agência Estado / Rio – O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso defendeu hoje a descriminalização de todas as drogas, e não só da maconha como pregou o relatório da Comissão Latino-Americana sobre Drogas e Democracia, da qual ele fez parte. “Acho que deveríamos incluir todas as drogas. Todas fazem mal. Mas a política de guerra às drogas não está funcionando”, disse durante o encontro da Comissão Brasileira sobre Drogas e Democracia, no Viva Rio.

    Fernando Henrique chamou de reacionários setores da Organização das Nações Unidas que criticaram a postura latino-americana. “A ONU está numa posição de guerra às drogas que foi o que gerou esta violência no México, na Colômbia. Esse pensamento é reacionário, muito incrustado em certos setores da ONU. Só que eles estão perdendo a guerra”.

    Fernando Henrique defendeu pontos polêmicos que estão no projeto do deputado Paulo Teixeira (PT-SP) para alterar os artigos da atual lei de drogas do País. Entre eles, a pena diferenciada para pequenos traficantes. Segundo dados do Ministério da Justiça, 90% dos detentos nos presídios brasileiros por razões ligadas à droga são pequenos traficantes. “Quando foram presos estavam desarmados, sozinhos e eram primários”, revelou o Secretário Nacional de Segurança Pública, Ricardo Balestreri. “E as prisões funcionam como escolas do crime porque lá eles aprendem novas técnicas com traficantes perigosos.”

    “Se continuarmos usando a lei para colocar usuários ou pequenos traficantes na cadeia, estamos agravando a situação”, defendeu Fernando Henrique. O ex-presidente fez questão de deixar claro que não é a favor da legalização. “Drogas fazem mal. Tem que haver campanha de redução de consumo, como fazemos com o cigarro”. Mas reconhece que mesmo com descriminalização e campanhas educativas é difícil acabar com o consumo.

    Quando esteve no morro Dona Marta, no Rio, onde os traficantes que controlavam a favela foram expulsos para a entrada da Unidade de Polícia Pacificadora, percebeu que a vida dos moradores melhorou, mas o consumo continua. “É impossível erradicar. No Dona Marta eles fumam maconha. O que acabou foi o terror imposto pelos traficantes. Isso vai diminuir a violência.

    O que nos preocupa no caso brasileiro é que a droga está ligada à violência, à arma. Nós temos que separar estas questões”.

    Fernando Henrique concorda com o argumento do deputado federal Raul Jungmann (PPS-PE) que este não é um bom ano para levar o projeto ao Congresso. “É difícil votar com isenção porque as pessoas têm medo. Drogas é um tabu. Mas o debate vai continuar”.

    A Comissão Brasileira decidiu procurar uma saída jurídica para definir a lei de drogas. Enquanto o Congresso não vota o projeto determinando as diferenças entre usuários e traficantes, um grupo liderado pelo ministro Carlos Velloso vai estudar a possibilidade de o Brasil fazer como a Argentina. Lá, a Suprema Corte determinou que a posse de pequena quantidade, para uso pessoal, está fora do Direito Penal.


  • EL ALUMBRAMIENTO DEL COMANDANTE

    fidel-castro

     

                               LULA REVELA QUE O “COMPANHEIRO” FIDEL ESTÁ BEM

     

    AFP – O presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que conversou nesta quarta-feira durante mais de duas horas com Fidel Castro, destacou que o líder cubano está “bem” e com ainda “mais disposição” em relação ao encontro precedente, em outubro de 2008.

    “Minha reunião com ele (Fidel Castro) foi uma reunião de velhos amigos, de velhos companheiros. Ele é muito interessado nas coisas do Brasil. Tivemos uma “pequena conversa” de duas horas e meia, revelou Lula à AFP em Havana.
    “Trocamos muitas ideias, discutimos muitos assuntos, incluindo cana-de-açúcar, soja, leite, eletricidade, e pude constatar que ele está bem, com mais disposição que da outra vez. Estou muito feliz”, destacou o presidente brasileiro.
    Fidel está afastado da vida pública desde 2006, devido a um grave problema de saúde.

    A reunião, que contou com a participação do presidente cubano, Raúl Castro, ocorreu na casa de Fidel em Miramar, no oeste de Havana.
    Fidel, 83 anos, recebeu Lula vestido com um agasalho esportivo com as cores de Cuba (azul e branco).

    No total, 12 fotos do encontro foram divulgadas pelo site da presidência do Brasil e pelo site cubano Cubadebate.cu, onde Fidel aparece conversando com Lula, com seu irmão Raúl e com o ministro brasileiro das Comunicações, Franklin Martins.

    Durante a jornada de hoje, Lula lamentou “profundamente” a morte do preso político cubano Orlando Zapata, falecido na véspera após dois meses e meio de greve de fome, mas disse ignorar qualquer carta da dissidência pedindo sua intervenção na questão dos prisioneiros cubanos.
    “Lamento profundamente que uma pessoa tenha morrido por greve de fome”, destacou Lula, antes de afirmar que não recebeu “qualquer carta” pedindo sua intervenção na libertação de presos políticos.
    “Se as pessoas se dirigissem à embaixada brasileira (…), se tentassem entrar em contato comigo, jamais deixaria de atendê-las. O que não posso é chegar a um país e me reunir com um grupo de pessoas que disseram que falaram comigo quando não falaram”.

    “A solidariedade faz parte da minha vida e nunca deixo de tratar destes assuntos”, garantiu Lula.

    Ao menos 50 presos políticos pediram ao presidente brasileiro, em carta aberta, que intercedesse pela libertação dos dissidentes cubanos e se envolvesse no caso de Zapata, um pedreiro negro de 42 anos detido em 2003 e condenado a 32 anos de prisão por “desacato” ao governo e “desordem pública”.
    Na carta, os dissidentes presos também destacam que Lula “seria um magnífico interlocutor” para se obter do governo cubano “as reformas econômicas, políticas e sociais urgentemente requeridas” na Ilha.

    Em um ato celebrado no Porto de Mariel, Raúl Castro disse ao lado de Lula que a morte de Zapata “foi resultado dessa relação com os Estados Unidos”.
    O presidente cubano “lamentou” a morte de Zapata, mas garantiu que em Cuba “não existem torturados, não houve torturados, não houve execução”. “Isso acontece na base (americana) de Guantánamo”.

    Lula inaugurou hoje obras no porto de Mariel, 50 km a oeste de Havana, de onde saíram 125 mil cubanos em 1980 e em cuja modernização o governo brasileiro investe 300 milhões de dólares.
    O presidente brasileiro percorreu com Raúl Castro o porto de águas profundas localizado na costa norte, que pretende substituir o de Havana como o principal da Ilha através do projeto financiado pelo Brasil

    Após chegar na noite de terça-feira a Havana vindo do México, onde participou da Conferência do Grupo do Rio, Lula iniciou em Mariel sua intensa agenda em Cuba.
    A modernização do Mariel, que custará 600 milhões de dólares no total, permitirá que embarcações muito grandes para o porto de Havana atraquem ali.

    Esta é a quarta viagem de Lula a Cuba desde que chegou à presidência, em janeiro de 2003.


  • “SE HACE CAMINHO AL ANDAR” (*)

    estrada-pincel

     

     

                                                                    T.S. ELIOT
                      (Estrofe de “O Que Disse O Trovão” – Quinta parte de “A Terra Desolada”)

     

    Sentei-me junto às margens a pescar
    Deixando atrás de mim a árida planície
    Terei ao menos minhas terras posto em ordem?
    A Ponte de Londres está caindo caindo caindo
    Poi s’ascose nel foco che gli affina
    Quando fiam uti chelidon – Ó andorinha andorinha
    Le Prince d’Aquitaine à la tour abolie
    Com fragmentos tais foi que escorei minhas ruínas
    Pois então vos conforto. Jerônimo outra vez enlouqueceu.
    Datta. Dayadhvam. Damyata.
    Shantih shantih shantih

     

    (*) Versos de Antônio Machado.


  • “CHAME O LADRÃO, CHAME O LADRÃO” (*)

    dirceu                     O autor da frase “Este é um governo que não rouba e não deixa roubar”


     
                             
    “NOVA”  TELEBRÁS BENEFICIA CLIENTE DE JOSÉ DIRCEU

     

    Folha Online  –  O ex-ministro e deputado cassado José Dirceu recebeu pelo menos R$ 620 mil do principal grupo empresarial que será beneficiado caso a Telebrás seja reativada, como promete o governo, informa a reportagem de Marcio Aith e Julio Wiziack publicada nesta terça-feira pela Folha  (íntegra disponível para assinantes do jornal ou do UOL). 

    O dinheiro foi pago entre 2007 e 2009 pelo empresário Nelson dos Santos, dono da Star Overseas, sediada nas Ilhas Virgens Britânicas. Em 2005, Santos havia comprado participação de 49% na empresa Eletronet pelo valor simbólico de R$ 1.

    Praticamente falida, a Eletronet era dona de 16.000 km de cabos de fibra óptica ligando 18 Estados, o que não cobria suas dívidas, estimadas em R$ 800 milhões.

    Após Santos contratar Dirceu, o governo decidiu usar as fibras ópticas da Eletronet para reativar a Telebrás e arcar sozinho com a caução judicial necessária para resgatar a rede, hoje em poder dos credores. Estima-se que o negócio renda ao empresário R$ 200 milhões.

    Segundo Santos, o dinheiro pago a Dirceu não se destinou a lobby. O ex-ministro não quis comentar.

    Leia a íntegra da matéria na Folha desta segunda-feira que já está nas bancas.

     

    (*) Versos de Leonel Paiva e Julinho da Adelaide (heterônimos de Chico Buarque), na música “Acorda Amor” (1974).


  • OUVIR ESTRELAS

    botafogo2

    Olavo Bilac

     

    “Ora (direis) ouvir estrelas! Certo
    Perdeste o senso!” E eu vos direi, no entanto,
    Que, para ouvi-las muita vez desperto
    E abro as janelas, pálido de espanto…

    E conversamos toda noite, enquanto
    A Via Láctea, como um pálio aberto,
    Cintila. E, ao vir o sol, saudoso e em pranto,
    Inda as procuro pelo céu deserto.

    Direis agora: “Tresloucado amigo!
    Que conversas com elas? Que sentido
    Tem o que dizes, quando não estão contigo?”

    E eu vos direi: “Amai para entendê-las!
    Pois só quem ama pode ter ouvido
    Capaz de ouvir e de entender estrelas”.


  • LET IT BLEED (*)

    carefree

     

                                  DILMA NÃO É CANDIDATA “TAMPÃO”, DEFENDE LULA

     

    Camila Campanerut
    UOL Notícias – Brasília

     

    O presidente Luiz Inácio Lula da Silva voltou a dizer no sábado (20) que não pretende voltar a se candidatar à presidência em 2014. “Algumas pessoas dizem que a Dilma vai preparar a volta do Lula. A Dilma não é candidata do Lula, candidata tampão por que vai preparar a volta do Lula. Rei morto, rei posto. Um político nunca indicaria uma pessoa para ganhar se ele quisesse voltar, ele preferiria que ganhasse um adversário. Eu quero eleger a Dilma para ter um primeiro mandato extraordinário e ganhe autoridade política para ter um segundo mandato”, explicou.

    Lula alega que a “imprensa tentou dizer que ela era candidata do vazio”. “Já que não tem tu, vai tu mesmo”, afirmou.

    O presidente voltou a dizer que a ministra não irá governar sozinha: “A Dilma é candidata de uma coalizão, de muitos partidos políticos, muito poderosa”, destacando que trabalhará ao lado do PMDB e ainda outros partidos aliados que já compõem a sua base.

    Lula pediu ainda o voto feminino e defendeu os direitos iguais entre os gêneros. ”Mulherada, essa é uma oportunidade ímpar de vocês arregaçarem as mangas e irem à luta (…) Não existe limite para a mulher brasileira em política e na vida privada”, disse.

    O presidente destacou na biografia de Dilma a atuação no Rio Grande do Sul, como ministra de Minas e Energia, e, mais recente, como ministra da Casa Civil, para demonstrar que ela estava gabaritada para ocupar o cargo.

    O anúncio da candidatura de Dilma à Presidência da República foi aclamado por uma plateia lotada no Centro de Convenções Ulysses Guimarães, em Brasília, no último dia do 4º Congresso do PT.

     

    (*) “Deixa Sangrar”  – Título de álbum e música dos Rolling Stones (1969)


  • NÃO VI NADA, NÃO SEI DE NADA E TENHO RAIVA DE QUEM SABE

    Lula_cabra_cega

     

                                     LULA SILENCIA HÁ 3 MESES SOBRE MENSALÃO

     

    Flávio Ferreira
    Folha de S. Paulo


    Há mais de três meses o STF (Supremo Tribunal Federal) aguarda respostas do presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva a perguntas sobre o conhecimento dele dos fatos apontados na ação penal do mensalão e sua relação com os réus no processo.

    As questões foram elaboradas pelo Ministério Público Federal, que é o autor do processo em andamento no STF sobre a suposta compra de apoio de partidos e políticos pelo PT entre 2002 e 2005.
     

  • “TOU ME GUARDANDO PRA QUANDO A ELEIÇÃO CHEGAR” (*)

    discurso-lula

     

    ONTEM À TARDE UM HOMEM DAS CIDADES


    Alberto Caeiro
    (Um dos heterônimos de Fernando Pessoa)


    Ontem à tarde um homem das cidades
    Falava à porta da estalagem.
    Falava comigo também.
    Falava da justiça e da luta para haver justiça
    E dos operários que sofrem,
    E do trabalho constante, e dos que têm fome,
    E dos ricos, que só têm costas para isso.
    E, olhando para mim, viu-me lágrimas nos olhos
    E sorriu com agrado, julgando que eu sentia
    O ódio que ele sentia, e a compaixão
    Que ele dizia que sentia.

    (Mas eu mal o estava ouvindo.
    Que me importam a mim os homens
    E o que sofrem ou supõem que sofrem?
    Sejam como eu — não sofrerão.

    Todo o mal do mundo vem de nos importarmos uns com os outros,
    Quer para fazer bem, quer para fazer mal.
    A nossa alma e o céu e a terra bastam-nos.
    Querer mais é perder isto, e ser infeliz.)

    Eu no que estava pensando
    Quando o amigo de gente falava
    (E isso me comoveu até às lágrimas),
    Era em como o murmúrio longínquo dos chocalhos
    A esse entardecer
    Não parecia os sinos duma capela pequenina
    A que fossem à missa as flores e os regatos
    E as almas simples como a minha.

    (Louvado seja Deus que não sou bom,
    E tenho o egoísmo natural das flores
    E dos rios que seguem o seu caminho
    Preocupados sem o saber
    Só com florir e ir correndo.
    É essa a única missão no Mundo,
    Essa — existir claramente,
    E saber faze-lo sem pensar nisso.

    E o homem calara-se, olhando o poente.
    Mas que tem com o poente quem odeia e ama?

     

    (*) Blague dos versos de Chico Buarque na música “Quando o Carnaval Chegar” (1972).


  • SEMPRE É CARNAVAL

    colombina

     

    MANHÃ DE CARNAVAL
    Luiz Bonfá – Antônio Maria


    Manhã, tão bonita manhã
    Na vida, uma nova canção
    Cantando só teus olhos
    Teu riso, tuas mãos
    Pois há de haver um dia
    Em que virás
    Das cordas do meu violão
    Que só teu amor procurou.

    Vem uma voz
    Falar dos beijos perdidos
    Nos lábios teus
    Canta o meu coração
    Alegria voltou
    Tão feliz a manhã
    Deste amor.