• “O APANHADOR NO CAMPO DE JUVENAL LAMARTINE” (*)

    chapman1                                      Mark Chapman, o assassino de John Lennon.

    butter1                      Paul Butterfield, um dos maiores gaitistas da história do Rock’n’blues.

     


    NÃO LIA, VIVIA!

    De J. D. Salinger
    E seu Holden Caulfield:
    Quando comecei a ler
    Preferi Paul Butterfield
    Sua gaita de manhã
    Soa melhor aos ouvidos
    Do que os tiros saídos
    Da geração de Chapman.

    Da Praia do Meio
    À casa de Tonha
    Não tinha “Campo de Centeio”
    Mas rolava maconha
    Dos campos do Alecrim
    Até Ceará Mirim,
    Terra do canavial.

    Afinal, cacique Poti
    Quando eu vinha do Alto da Castanha
    “Eles” iam pro cajueiro de Pirangi!

     

    (GM)

     

    (*) Estádio Juvenal Lamartine, campo desativado no bairro do Tirol (Natal).


  • O ETERNO FEMININO

    AS XIITAS

     

                                                               ISLAMITA

     
                                                             Ahmadinejad
                                                             Meu cumpadi
                                                             Qualé?

                                                             Deixe as mulé
                                                             Que você não quer
                                                             E nem dá conta
                                                             Com todos esses mulás
                                                             E bundões de Maomé!

     

                                                                           (GM)


  • O “PIRIPAC” DE LULA

    lula-piripac

     

    LULA PASSA MAL APÓS JANTAR EM RECIFE

     

    Zero Hora – O presidente Luiz Inácio Lula da Silva deu entrada ontem na emergência do Hospital Português, no bairro do Derby, em Recife, às 23h45min. Segundo o médico da Presidência, Cléber Ferreira, Lula sofreu uma crise de hipertensão.

    Após se queixar de dores no peito várias vezes ao longo do dia – o presidente cumpriu agenda no Recife nesta quarta –, ele já estava dentro do avião, na base aérea do aeroporto Internacional dos Guararapes, quando foi levado às pressas à unidade médica. A pressão arterial chegou a 18 por 12, segundo Ferreira.

    Ele teria se sentido mal durante jantar com o governador Eduardo Campos, no Palácio do Campo das Princesas. Ao longo do jantar, as dores teriam se intensificado. Lula chegou a passar a mão no peito. A intenção da comitiva presidencial era embarcá-lo para Brasília, onde seria internado.

    Demovida da ideia inicial, a equipe que acompanha o presidente saiu em comboio do aeroporto, apressadamente. A comitiva que transportou o presidente ao hospital precisou ultrapassar os 110 km/h.

    MOVIMENTAÇÃO FOI GRANDE EM HOSPITAL, NA MADRUGADA

    Na madrugada de hoje, a movimentação foi grande no hall do Português. O governador pernambucano e o vice, João Lyra Neto, estiveram no hospital.

    O ministro de Comunicação Social, Franklin Martins, disse na madrugada de ontem que a pressão arterial do presidente havia se normalizado.

    O presidente cumpriu nesta quarta-feira uma intensa agenda durante visita oficial à capital pernambucana e deveria ter embarcado no fim da noite para Davos, na Suíça, onde receberia hoje o prêmio de Estadista Global do Fórum Econômico Mundial. A viagem que Lula faria à Suíça foi cancelada. O presidente será representado na premiação pelo presidente do Banco Central, Henrique Meirelles.

    Ainda não havia, até esta madrugada, previsão de alta, mas a expectativa era de que até o fim da manhã de hoje ele fosse liberado (*).

    (*)  Lula já está repousando em São Bernardo(SP).


  • COM QUE ROUPA? (*)

    naquib

     

     COMISSÃO NA FRANÇA QUER PROIBIÇÃO DE VÉU ISLÂMICO EM SETOR PÚBLICO

     

    BBC / BRASIL – Deputados franceses divulgaram nesta terça-feira um relatório que defende a criação de uma lei para proibir o uso do véu integral na França por mulheres muçulmanas em locais onde são prestados serviços públicos, como administrações, hospitais, escolas e transportes.

    A proposta é o resultado final dos trabalhos de uma Comissão Parlamentar que analisou durante seis meses o uso do niqab (vestimenta que deixa apenas os olhos expostos) e da burca (roupa usada por mulheres afegãs, que cobre todo o rosto e corpo).

    “Esse dispositivo obrigaria as pessoas a mostrar seu rosto na entrada do serviço público e também mantê-lo descoberto durante toda a permanência no local”, diz o relatório da Comissão Parlamentar.

    Segundo os deputados, a violação dessas regras não implicaria ações de ordem penal, mas teria como consequência “a não prestação do serviço solicitado”.

    A imprensa francesa estima que a proposta da Comissão Parlamentar de proibir o véu integral apenas nos locais dos serviços públicos e não nas ruas em geral, como defendem alguns deputados e até membros do governo, foi uma saída encontrada para evitar obstáculos jurídicos que impediriam sua aprovação.

    Os deputados da comissão avaliaram que a proibição geral de cobrir o rosto em público poderia ser vetada pelo Conselho Constitucional da França ou mesmo pela Corte Europeia de Direitos Humanos.

    O relatório será entregue ao Presidente do Parlamento francês e ao presidente Nicolas Sarkozy – que tinha pedido a criação da comissão parlamentar.

    REGRAS DE CONDUTA:
    “A liberdade de se vestir, inclusive de acordo com convicções religiosas, é um elemento da liberdade, garantida pela Declaração de Direitos do Homem de 1789”, disse o professor de Direito Dominique Chagnollaud ao jornal Le Parisien.

    O relator da comissão parlamentar, Éric Raoult, estima que o risco de veto da proibição do véu integral apenas nos serviços públicos é menor porque nesse caso regras específicas de conduta podem ser exigidas.

    Além disso, a criação de uma lei que proibiria o uso geral do véu integral divide a classe política francesa.

    Nos últimos meses, o debate sobre a lei tem causado grande polêmica no país.

    O Partido Socialista anunciou que se opõe à lei.

    Uma pesquisa do Instituto Ipsos divulgada recentemente revela que 57% dos franceses são favoráveis à criação de uma lei para proibir o uso do niqab e da burqa na França.

    Os deputados da Comissão Parlamentar sobre o véu integral ouviram durante meses associações femininas, representantes religiosos, especialistas em islamismo e várias outros representantes da sociedade civil.

     

    (*) Título do famoso samba de Noel Rosa, composto em 1930. 


  • O VAMPIRO SE DEU BEM!

    vampiro1

     

                     APÓS BEBER ÁGUA BENTA, 117 SÃO HOSPITALIZADOS NA RÚSSIA.

     

    Associated Press / Moscou – Mais de cem fiéis russos foram hospitalizados após beberem água benta durante a celebração religiosa ortodoxa da Epifania na localidade de Irkutsk, no leste do país.

    Um total de 117 pessoas – entre elas 48 crianças – foram internadas com dores intestinais agudas após tomarem a água que era oferecida em uma igreja local, informou Vladimir Salovarov, porta-voz do Comitê de Investigações de Irkutsk.

    Segundo ele, 204 pessoas receberam tratamento médico após consumirem a água benta.

    No entanto, de acordo com o porta-voz, as causas estão sendo investigadas, e ainda é cedo para afirmar que a água foi a causa da doença.

    Muitos fiéis russos consideram sagrada a água obtida durante a Epifania — festividades que os ortodoxos celebram em 19 de janeiro.

    Frequentemente, a água é engarrafada para ser consumida posteriormente.

    Grande quantidade da água de torneira da Rússia não é potável.


  • PÓS-TUDO…

    OUTRO MUNDO Gravura de Gustavo Doré

    DEZ ANOS DEPOIS, “OUTRO MUNDO AINDA É POSSÍVEL”, DIZ CRIADOR DO FÓRUM SOCIAL MUNDIAL.

    Luana Lourenço
    Da Agência Brasil – Brasília

    Dez anos depois da primeira edição do Fórum Social Mundial, em 2001, a proposta de “um outro mundo possível”, criada em contraposição ao avanço do neoliberalismo representado pelo Fórum Econômico de Davos ainda é atual. A análise é do empresário Oded Grajew, considerado “pai” do FSM.

    “Mais do que nunca um outro mundo é possível. Há dez anos o modelo neoliberal estava no auge, o Meném (Carlos Menén, ex-presidente da Argentina) era recebido como modelo a ser seguido. Hoje o quadro político mudou, principalmente na América Latina. Vários frequentadores do fórum estão hoje nos governos”, disse em entrevista à Agência Brasil.

    Em dez anos, na avaliação de Grajew, o fórum conseguiu emplacar ideias que se transformaram em políticas públicas e chegou a apresentar as fórmulas para que países saíssem da crise financeira internacional. “Vários países que se salvaram da crise seguiram propostas e recomendações do fórum, como o controle do sistemas financeiro e o fortalecimento da economia no mercado interno”, citou.

    O legado do maior encontro de movimentos sociais do planeta também inclui a criação de “uma sociedade civil global”, que fez o FSM “se espalhar pelo mundo”, segundo Grajew, e garante a atuação da sociedade civil em espaços de decisão como as reuniões do G-8 e a Conferência da Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas.

    Uma década depois da primeira edição, Grajew reconhece que o fórum é visto com menos preconceito pela sociedade, que considerava o encontro esvaziado de propostas concretas. “Quando começou não era levado a sério, era visto com um lugar de gente que só sabe protestar. Hoje é muito mais levado a sério. Não significa que ficou menos revolucionário, as propostas são muito avançadas.”

    Com o enfraquecimento das políticas neoliberais, o fórum tende a concentrar as críticas e reflexões em novos temas, principalmente a sustentabilidade.

    “O outro mundo possível se torna cada vez mais urgente. A questão ambiental é uma ameaça. Temos que ter outro modelo de produção, de consumo e outra relação com a natureza”, lista.

    Segundo Oded Grajew, entre os desafios do FSM para os próximos anos também está a necessidade de mudanças nos sistemas de financiamentos de governos.

    O FSM 10 anos começa na próxima segunda-feira (25) e vai até o dia 29, com cerca de 500 atividades em Porto Alegre e em municípios da região metropolitana da capital gaúcha. A expectativa é que 30 mil pessoas passem pelo megaevento durante a semana.


  • O NOME DA BANDA…

    after-death-morre-acaraju                 Da esquerda para a direita: Marc Vargas, Barry O’Connor, Leon Villalba, Ken Do e Timothy Kennelly, do “AFTER DEATH”.

     

    BOMBEIROS DE SERGIPE RETOMAM BUSCAS POR INTEGRANTE DE BANDA BRITÂNICA

     

    Folha Online – As buscas pelo baixista da banda de rock britânica After Death, Timothy Kennelly, 18, que está desaparecido após se afogar em uma praia de Aracaju (SE), foram retomadas hoje por volta das 5h, informou o Corpo de Bombeiros. Um outro integrante do grupo morreu no acidente.

    Kennelly e o guitarrista do grupo, Leon Villalba, 21, estavam em um ponto perigoso da praia de Atalaia, a principal de Aracaju, quando se afogaram. O corpo do guitarrista foi encontrado ontem, mas Kennelly continua desaparecido e os bombeiros já descartam encontrá-lo com vida.

    As buscas começaram hoje pela pela orla da praia Coroa do Meio e seguiram até a praia do Mosqueiro. A previsão é de que no fim da manhã os bombeiros comecem as buscas com lancha e helicóptero.

    Proveniente de Londres, a After Death estava no Brasil para a turnê “Master of Hate”. A previsão era tocar em Aracaju ontem. Em seguida, o grupo se apresentaria em Maceió (AL). O último show do giro pelo Brasil estava em previsto para 20 de fevereiro, em São Paulo.

    O grupo toca death metal, vertente mais pesada do heavy metal, um dos gêneros do rock.

    Em maio do ano passado, lançou o disco “Eulogy”. Na página da banda da internet, um texto informa que o baixista desaparecido entrou recentemente para o grupo.

     


  • A TARIFA DE MOBY DICK

    gordoaviao

     

     

    AIR FRANCE DESMENTE QUE OBESOS TERÃO QUE PAGAR DUAS PASSAGENS

     

    Paris, 20 jan (EFE) – A companhia aérea Air France desmentiu as informações divulgadas na imprensa hoje de que a empresa teria decidido que as pessoas obesas terão a “obrigação” de comprar duas passagens para poder viajar.

    No entanto, admite que lançou uma nova proposta, segundo a qual as pessoas obesas que voluntariamente tiverem comprado uma segunda passagem na categoria econômica poderão recuperar o dinheiro depois da viagem, se o avião não estivesse lotado.

    Segundo o comunicado divulgado hoje pela companhia aérea, é uma iniciativa que começará a partir de 1º de fevereiro.
    A empresa lembra na mesma nota que, desde 2005, oferece aos passageiros obesos a possibilidade de comprar uma segunda passagem com um desconto de 25%, para que possam viajar com o maior conforto possível.

    A Air France fez esta precisão depois que vários meios de comunicação publicaram hoje a suposta intenção da companhia de impor a compra de duas passagens aos passageiros obesos.

    O jornal “Le Parisien” é um dos que publicam esta informação, citando uma porta-voz da companhia aérea, que afirma que as pessoas que não conseguirem ocupar uma cadeira terão que pagar 75% de uma segunda.

    A decisão, segundo a porta-voz, foi adotada por razões de segurança, porque é preciso que todos os passageiros viajem com cinto de segurança.


  • NA MALANDRAGEM DAS FÉRIAS

    rede no jardim 2

     

    DE PAPO PRO AR
    (Joubert de Carvalho e Olegário Mariano)

     

    Eu não quero outra vida
    Pescando no rio de Jereré
    Tem o peixe bom
    Tem siri patola
    Que dá com o pé.

    Quando no terreiro
    Faz noite de luar
    E vem a saudade me atormentar
    Eu me vingo dela
    Tocando viola de papo pro ar.

    Se compro na feira
    Feijão, rapadura
    Pra que trabalhar
    Sou filho do homem
    E o homem não deve
    Se apoquentar.


  • EM ANO ELEITORAL, REAJUSTE DO BOLSA FAMÍLIA CHEGA A 307%

    lula-chapeu-de-couro

     


    VOZES DA SECA
    (Luiz Gonzaga / Zé Dantas)


    Seu doutô os nordestinos têm muita gratidão
    Pelo auxílio dos sulistas nessa seca do sertão
    Mas doutô uma esmola a um homem que é são
    Ou lhe mata de vergonha ou vicia o cidadão.

    É por isso que pedimos proteção a vosmicê
    Homi por nós escoído para as rédias do poder
    Pois doutô dos vinte estados, temos oito sem chovê
    Veja bem, quase a metade do Brasil tá sem cumê.

    Dê serviço a nosso povo, encha os rios de barragem
    Dê comida a preço bão, não esqueça a açudagem
    Livre assim nós da esmola, que no fim dessa estiagem
    Lhe pagamos inté os juros sem gastar nossa coragem.

    Se o doutô fizer assim salva o povo do sertão
    Quando um dia a chuva vim, que riqueza pra nação
    Nunca mais nós pensa em seca, vai dá tudo nesse chão
    Como vê, nossos destinos, mecê tem na vossa mão.